Na última semana, o governo anunciou a liberação de recursos para o Plano Agrícola e Pecuário de 2017/2018. Entre os programas considerados prioritários estão as linhas de crédito voltadas para armazenagem ligados ao Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) – com recursos de R$ 1,6 bilhões. 

A justificativa governamental à atenção à linha de armazenagem de grãos se dá, por conta do maior déficit de armazenagem da história do País, com quase 70 milhões de toneladas de grãos. As expectativas são que esse montante aumente, uma vez que a próxima safra será 24,3% superior, com 232 milhões de toneladas de grãos.

Por isso, se faz a grande pergunta: onde serão armazenados o excedente de grãos?

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website