Terça, 18 Junho 2024

A nova sociedade já existe e é irreversível

Para construir ou revitalizar os seus papéis, a mobilização dos principais portos do mundo foca a inovação tecnológica como paradigma do êxito. Inteligência digital é a agenda prioritária, realçando desafios e oportunidades para os portos digitalizados do mundo em rede. Os conceitos de sustentabilidade e produtividade norteiam esse processo de decisões, operações e controles em rede com metas compatíveis, ambiente no qual a informação propaga-se em velocidade até então inimaginável.

Veja mais: Lula, atenção aos ruídos que vêm do Porto de Santos - Portogente

porto
Foto: Arquivo/Portogente

Trata-se de uma agenda com meta na interconexão de portos ágeis, como nós de uma rede logística, física e digital porta à porta, catalisada pela Internet. Ao evidenciar sob essa ótica a conjuntura do principal porto do hemisfério sul, o de Santos, no qual a prioridade é um programa de investimentos da ordem de R$ .12,08 bilhões e conflitado por interesses políticos, emitindo ruídos não republicanos e expondo impermanência gestora, esses fatos não satisfazem expectativas.

Veja mais: Um Porto de Santos aquém do necessário - Portogente

A competitividade e urgência do comércio global que atravessa mares e territórios, cruzando o Porto de Santos impulsionadas pelas novas tecnologias, precisam ser correspondidas com competência, e talento portuários, com visão dos próximos cinco anos. Uma exposição clara, formal e suscinta, como foram as diretrizes estratégicas para inserção regional, expostas no programa exitoso Santos 2000. Entretanto, não se percebe potencia gerencial para tanto, na conjuntura atual. Isto é muito preocupante.

Veja mais: Porto de Santos à deriva na rota do futuro - Portogente

É sempre oportuno rever a história do progresso brasileiro que passou pelo Porto de Santos desde o final do século XIX e refletir o seu novo cenário logístico, principalmente, com as suas conexões ferroviárias e a rota transoceânica Atlântico-Pacífico. Pincipalmente os seus limites, por deficiência de competência para solucionar maior profundidade à navegação, de 16m e 17 m, parâmetro destacado do porto do futuro. Portanto, o governo Lula precisa reformar, com urgência, a sua negociação política envolvendo o porto da infância do presidente da República.

Veja mais: A História do Porto de Santos - Portogente

O roteiro da gestão do porto moderno envolve automação, aprimoramento da segurança de dados e compartilhamento de informação, bem como, conformidade ambiental e governança vigorosas. Metas de descarbonização e uso intenso de energia limpa e gestão monitorada. Pauta mundial dos principais portos. Somente adequando-se às novas oportunidades como cultura administrativa moderna, será possível ao atual principal porto do Brasil permanecer cumprindo o papel que lhe cabe no comércio internacional, no desenvolvimento regional e na economia do País. Hoje, isto é duvidoso.

Veja mais: Futuro do Comércio Exterior está na automação? - Portogente

Curta, comente e compartilhe!
Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é a opinião do Portogente

Deixe sua opinião! Comente!