Quarta, 24 Abril 2024

Quem consegue resultados, consegue aprovação e apoio público (David Osborne)

Desde o início do ano, circulam publicações em jornais e portais da web sobre práticas não republicanas atreladas a valores altos em dinheiro, como propinas de contratos assinados, envolvendo o presidente da Autoridade Portuária de Santos, Anderson Pomini, e o ministro de Portos e Aeroportos, Sílvio Costa Filho (Republicanos). O senador Alexandre Luiz Giordano (MDB) fez denúncias, mas também já recuou. Segundo relato não oficial, o presidente do porto as encaminhou à Polícia Federal.

Dad 11DEZ2023

Veja mais
* União de esforços por um novo tempo de esplendor do Porto de Santos

De formação em Direito, com escritório em São Paulo e seleta clientela, Pomini nunca tinha exercido qualquer papel em porto. Atualmente é o gestor do principal complexo portuário do hemisfério Sul. Dispõe de um quadro de funcionários concursados de excelente qualidade. Entretanto, esta condição é insuficiente para promover resultados exitosos, com ocupantes de cargos executivos nomeados politicamente e sem a necessária aptidão para estabelecer os padrões a serem atendidos. Por tudo isso, é incerto o êxito do complexo programa anunciado pelo presidente Lula.

Veja ainda
* Santos sob a ameaça do navio-bomba; quem lucra com isso?

Essa incerteza não é tudo. São muito desfavoráveis as intrigas frequentes do presidente Pomini com o governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), do mesmo partido do ministro de Portos e parceiro do governo federal na construção do túnel submerso, uma obra orçada em R$ 5,8 bilhões. Na festa do aniversário do porto, mês passado, o presidente Lula, como anfitrião, foi obrigado a dar uma raspança oficial, em bom tom, pela vaia organizada e uniformizada ao governador. Quadro adverso à união de esforços, fundamental ao desempenho conjunto de uma orquestra, para inovar o Porto de Santos. span>

Veja também
* Em tempo de fazer política de resultados

Trata-se de um programa de obras previsto de R$ 19 bilhões em 3 anos; uma missão nada trivial. Haja vista que essa ligação a seco é anunciada há quase 100 anos. Positivamente, o presidente da República quer repetir em Santos o desencanto dessa obra, no porto da sua infância, como ele realizou a transposição do Rio São Francisco. Trata-se de inovação logística, para aumentar a produtividade portuária e melhorar a relação porto-cidade. O Estado de São Paulo tem interesse em superar a deficiente travessia, de veículos por balsas e aumentar a fluidez de um volumoso trânsito de pedestres e ciclistas que atravessam diariamente o canal d e acesso ao porto, com margens nas cidades turísticas de Santos e Guarujá.

Veja mais
* Projetos do Porto de Santos sem gestão para acontecerem

Decerto será instaurado o devido processo para apurar com rigor as notícias amplamente divulgadas, de supostos casos graves no âmbito da governança do Porto de Santos, na gestão do presidente Anderson Pomini, nas formalidades essenciais. Pois, além de abalar a administração portuária, tais divulgações, como um mar de lama, atingem também o governo Lula e os partidos políticos dos envolvidos.

Veja ainda
* Webinar debate navio-bomba no Porto de Santos

Ao avaliar a atual gestão do Porto de Santos, o seu valor deve ser medido pelo ambiente presente. A insegurança administrativa é incompatível com os bons resultados. É forçoso mudar.

Curta, comente e compartilhe!
Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é a opinião do Portogente

Deixe sua opinião! Comente!
 

 

 

banner logistica e conhecimento portogente 2

EVP - Cursos online grátis
seta menuhome

Portopédia
seta menuhome

E-book
seta menuhome

Dragagem
seta menuhome

TCCs
seta menuhome
 
logo feira global20192
Negócios e Oportunidades    
imagem feira global home
Áreas Portuárias
seta menuhome

Comunidades Portuárias
seta menuhome

Condomínios Logísticos
seta menuhome

WebSummits
seta menuhome
 

 

 

ecoporto