A crença prevalente é que, quanto melhor o desempenho de uma função específica, maior a eficiência do processo em geral.

A poligonal dos portos gerou um antagonismo entre os operadores que concorrem comercialmente entre si – arrendatários e tups - e, assim, gera insegurança comercial prejudicial à atratividade de investimentos. No emblemático estuário de Santos, dois terminais nas mesmas águas não têm isonomia de tratamento e fazem contribuições distintas ao Estado. Entretanto, isto parece ser ignorado no programa de desestatização do porto.

Porto dad 28MAI2019

Editorial 
Recalcular rota da reforma dos portos rumo à produtividade

Pretender tirar o Estado do cenário mantendo um conflito intensificado pela judicialização é a pior situação para se construir um canteiro de obras necessárias. A milenar atividade portuária contempla muito mais detalhes e complexidades do que alcança o vão conhecimento. Entender essa multiplicidade de interesses só é possível através de um amplo diálogo com sua comunidade. Muito diferente de ouvir palpiteiros de ocasião.

Artigo | Carlos Eduardo Bueno Magano 
Futuro do Porto de Santos: acesso terrestre e marítimo

A reforma dos portos é um processo político com embasamento técnico e a eleição de 2022 está nas ruas e na Internet. O que se percebe, entretanto, é uma mudança sendo construída, sem potência para destravar o processo de desenvolvimento do mais importante porto do Brasil. Só será possível dar rumo a essa situação com o comando direto do Minfra. Afinal, responsabilidade é indelegável.

Leia também 
Portos do Paraná fazem reforma para não mudar

Será o pior capítulo da história portuária nos últimos 50 anos ocorrer o fracasso da tão anunciada reforma, para colocar os desmontados portos brasileiros no patamar dos portos asiáticos. Vai refletir negativamente na produção e no comércio que passa pelo Porto de Santos. O fluxo num crescendo de investidores brasileiros em ativos internacionais é o eco da insegurança que não pode ser piorada nos portos.

Editorial 
A reforma portuária a partir do Porto de Santos

Muito além da crítica fundamentada, Portogente abriu espaço para o Engº Carlos Eduardo B. Magano propor a solução ideal para o Porto de Santos. O desafio que temos no momento é a falta de acesso aos investimentos, que devem ser focados na exclusiva solução desses problemas.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente