O túnel submerso do Porto de Santos integra mobilidade urbana, bem como a logística portuária.

Está descartada a construção da ponte ligando a seco as margens do Porto de Santos, no litoral paulista. Foi assinado, no dia 30 de março último, pela concessionária Ecovias e o Governo do Estado de São Paulo, o aditivo de prorrogação do contrato da via Imigrantes, entre São Paulo e Santos, até o ano de 2033. Até aquela data, a ponte seria contrapartida desse aditivo contratual, que tem questionamentos, a partir do valor do pedágio.

Dad 03MAI2021

Editorial 
Deputada encabeça a implantação do túnel submerso do Porto de Santos

Portanto, fica definida a travessia a seco desse canal via túnel submerso, que o ministro da Infraestrutura garante a sua implantação. Uma solução projetada que contempla pedestres, ciclistas, passageiros do Veículo Leve sobre Trilhos e trânsito de caminhões com cargas do porto. Há empresas interessadas em participar da sua construção, cuja viabilidade vai depender de uma gestão da Santos Port Authority comprometida com o projeto.

Leia também
Porto de Santos e Cidade: revoluções e problemas

No que tange ao projeto, será conforme o traçado de mínima desapropriação e que aproveita dados do projeto anterior, de 1993 da DERSA, com licenciamento ambiental aprovado. Todas as empresas com interesse de participar dessa construção têm solução técnica avançada para fazer essa travessia. Todavia, paira preocupação com a insegurança jurídica e financeira de um projeto governamental.

Editorial 
* Pêra ferroviária do Porto de Santos vira abacaxi

Vale lembrar que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou que “a possibilidade de construir o túnel é total”. Pelo que se assiste da sua gestão, é de se acreditar. Nesse sentido, o diretor de Desenvolvimento de Negócios do Porto de Santos, Bruno Stupello, atesta que “se a receita do pedágio for insuficiente para remunerar o investimento de R$ 3 bilhões, o estudo de viabilidade definiria a contraprestação da Autoridade Portuária”.

Dia a Dia 
Agora é verdade que vai sair a ponte ligando Santos e Guarujá?

A Baixada Santista nutre expectativa centenária dessa ligação a seco, para potencializar a economia regional. Por isso, em 2010, o candidato a presidente, José Serra, sofreu rejeição nas urnas regionais, por anunciar um ano antes da eleição uma ponte virtual ligando Santos a Guarujá, que não saiu do computador

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente