Os portos precisam ser infinitamente mais estratégicos na gestão da relação Porto–Cidade. Esta é a condição para os portos da cidade de hoje.

É absolutamente equivocada a governança atrelada aos anunciados arrendamentos das áreas STS 08 e STS 08A para operar granéis líquidos (combustíveis), na Alamoa, no Porto de Santos, que foi objeto do editorial do Portogente, de 16 de novembro último. A condição de funcionamento, até há pouco tempo, dos terminais ali instalados, era incompatível com o atual paradigma de relação Cidade e Porto.

Dad 21NOV2020

Leia também 
Leilões STS 8 e 8A no Porto de Santos e TCU em debate

Trata-se de terminais que fazem parte de um todo que não atende à análise de avaliação de consequências e vulnerabilidade, tão necessária à relação Porto e Cidade. Estamos falando em danos causados ao ser humano por liberações acidentais em uma área tão perto de área residencial e com densidade populacional. À vista disso, trata-se de um projeto que impacta o tecido urbano, sob os múltiplos sentidos da sustentabilidade.

Nosso editorial 
Porto e Cidade planejando e construindo juntos o futuro

Casos como esse fazem da busca por relacionamentos sustentáveis entre a cidade e o porto permanecer um enigma no qual interesses conflitantes estão em jogo. Entretanto, cada vez mais o mundo exige sustentabilidade no amplo sentido. Não se pode aceitar mais desenvolvimento com projetos imperfeitos e que colocam em risco uma sociedade. Desenvolvimento com selo de perigo.

Leia ainda 
Bairro portuário da Alemoa carece de governo

Relação Porto e Cidade vem sendo discutida mundialmente à luz da governança e na qual a Autoridade Portuária é o ator principal. É no seio da razão humana, atributo singular aos seres humanos, é que irá se buscar a saída moderna para essa crise que se tornou a Alamoa, no Porto de Santos. Por isso, Portogente põe esse tema em destaque, com debates e programas.

Da Redação 
Os oito dias que abalaram o Porto e a cidade de Santos

O programa Porto, Cidade & Companhia vai pautar nacionalmente esse debate entre as cidades e seus portos. Um diálogo em que a universidade, por meio dos pesquisadores, é a convidada especial.

Editorial Portogente 
Deputada tem a palavra do ministro de construir o túnel submerso no Porto de Santos

É uma nova forma de explorar o desenvolvimento da Cidade Portuária com lentes de limites e fluxos. 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente