Celular mostrando galeria de efeitos no filtro do Instagram

Cada vez mais pessoas buscam aprender a como criar filtros no Instagram, o que pode ser feito com o intuito de melhorar as publicações da sua empresa ou mesmo lhe ajudar a obter uma renda com esse conhecimento.

Isso é possível através de uma ferramenta que foi criada e liberada pelo Instagram, para que tanto profissionais quanto pessoas amadoras conseguissem criar os filtros desejados.

A maioria ainda não sabe como usar essa ferramenta totalmente gratuita e se essa é a sua realidade, então esse artigo pode lhe ajudar bastante.

A partir de agora, você vai conhecer um tutorial definitivo que irá lhe ensinar a como criar filtros no Instagram.

Acompanhe o passo a passo para saber tudo sobre o assunto!

  1. Baixe a ferramenta Spark AR Studio
  2. Inicie a criação de um projeto novo
  3. Faça a exportação do seu filtro para o Insta
  4. Faça a publicação do seu filtro nos Stories

 

Baixe a ferramenta Spark AR Studio

O primeiro passo de como criar filtros no Instragram trata-se de fazer o download da ferramenta Spark AR Studio, no seu computador.

A ferramenta, como dito anteriormente, é totalmente gratuita, o que é algo muito vantajoso, e foi disponibilizada pelo próprio Facebook, para que as pessoas o utilizem e criem seus filtros para o Insta.

Feito o download, a próxima etapa é fazer o login para conectar a ferramenta com a sua conta no Facebook, para então poder iniciar um novo projeto para criação de filtros.

 

Inicie a criação de um projeto novo

Como criar filtros no Instagram primeiro passo na ferramenta Spark AR Studio

O segundo passo é o maior de todos de como criar filtros no Instagram por meio dessa ferramenta poderosa.

Com o login da sua conta no Facebook feito, você então será direcionado para a página principal do Spark AR Studio.

Existirá uma opção de botão (de cor azul), no canto inferior direito, chamada “criar novo projeto” e você deve clicar nela para começar a fazer um novo filtro.

Você então vai ser direcionado para uma nova página e no canto superior esquerdo haverá a opção chamada “scene”, e é preciso clicar nela para começar a criar os seus filtros.

Selecionando ela, irá surgir então uma opção com o nome “+ add object”, que fica mais abaixo, na parte esquerda da tela.

Uma segunda janela vai abrir automaticamente e aí é preciso apertar em “Face Tracker”, e depois em “insert”, começando o seu projeto.

O Face Tracker vai passar a ser mostrado dentro das opções da aba “Scene”, no lado esquerdo da sua tela.

Você deve clicar não opção “Face Tracker” fazendo uso da do botão direito do seu mouse e depois é preciso clicar em duas opções que irão abrir-se à medida que se escolher a anterior: “Add” e depois “Plane”.

Segundo passo de como criar filtros na ferramenta Spark AR Studio

Após todas essas ações, irá surgir na parte inferior esquerda da tela uma opção chamada de “Add Asset”, que você deverá clicar e depois selecionar o “Material”.

Feito isso, você então terá a possibilidade de colocar no filtro que está criando aquilo que desejar, bem como uma imagem ou ainda uma frase, por exemplo.

Apenas é necessário deixar claro que o que você irá adicionar deve vir diretamente do seu computador, para isso clicando em “Import From Computer”.

Terceiro passo para criação de filtros incríveis

Depois de ter importado, clique então em “Material”, posteriormente na opção que fica no lado inferior direito da tela chamada “Texture” e, por fim, “Choose File”.

Agora você já vai ver a arte que foi anteriormente adicionada, diretamente do seu computador, e é só escolhê-la.

Quarto passo

Os próximos passos são os seguintes:

  1. Vá até a aba chamada “Scene”

  2. Vá para a opção chamada “Plane”

  3. Clique em “Material”

  4. Vincule então o material com a arte que foi adicionada

Você pode usar a opção “Position” para colocar a arte onde desejar, para isso basta modificar os números, de acordo com a posição que quer.

É possível também mexer diretamente no tamanho da imagem, isso pode ser feito pela opção “Scale”, sendo preciso mudar somente os números para aumentar ou diminuir ela.

Último passo para criação de filtros no Spark AR Studio 

 

Faça a exportação do seu filtro para o Insta

Com a criação do seu filtro finalizada, é hora então de exportá-lo para o Instagram, onde você vai poder usar ele.

Para isso, você deve ir até o canto inferior, no lado esquerdo da tela, e encontrar o desenho de uma seta apontando para cima, com o nome “Export” do lado.

É preciso clicar na seta para que se possa exportar então o filtro para o seu Instagram, mas antes é preciso que todas as opções descritas na tela fiquem verdes:

  • IOS

  • Android

  • Older Android

Depois disso, basta clicar no botão (de cor azul) com o nome Export.

Quando a exportação do seu filtro for então concluída, vai aparecer uma opção para abrir o “Spark AR Hub”.

Essa é uma plataforma que pertence ao Facebook, permitindo então que as pessoas possam fazer a adição de filtros criados por elas ao Instagram.

Para ser direcionado para essa plataforma, basta apertar no botão com o nome “Open Spark AR Hub”.

Você vai então visualizar a página e precisará clicar na opção “Carregar Efeito”, para então abrir uma nova página.

Bastará que você clique no botão de cor azul com o nome “Começar” e uma outra página será aberta para a escolha de qual rede social se deseja carregar o filtro.

Você deve escolher o Instagram, que é o seu objetivo, e depois é preciso renomear o seu filtro, marcar se ele irá promover ou não uma marca, e depois clicar em “Avançar”.

Adicione uma opção de miniatura para identificar aquele efeito e então carregue o arquivo, para que ele seja adicionado no Insta.

Lembre-se, na hora de como criar filtros no Instagram, que a miniatura criada não deverá conter o rosto de uma pessoa, nem poderá ter frases que sejam longas, muito menos palavras que sejam iguais à nomenclatura do filtro.

Você deve então fazer a verificação dos critérios de aceitação para depois finalizar de vez o envio do filtro, clicando no botão “Carregar e Continuar”.

O seu filtro será analisado pelo Instagram, com o objetivo de evitar que ele possa violar qualquer política da plataforma.

É possível ver uma prévia do efeito, depois que concluir o carregamento, clicando na opção “Mostrar no Instagram” e após isso, em “Próximas Etapas”.

Exportanto seu filtro na ferramenta gratuita

Caso deseje, você também pode copiar o link de teste para enviá-los para quem quiser que avalie o seu filtro, mas lembrando às pessoas que ele não pode ser usado até o Instagram aprovar.

Uma etapa importante é ir para o Spark AR Hub para definir qual será a categoria do seu filtro e então carregar nela um vídeo fazendo uso dos stories, que tenha 15 segundos, no máximo.

Finalizada essa etapa, você deve fazer a programação para que esse filtro venha a aparecer no Instagram, logo que ele seja aprovado, e descrever também o que ele faz e porque está na categoria que foi selecionada.

Com tudo isso finalizado, basta enviar o filtro para que ele seja analisado e esperar pela aprovação, o que pode durar 5 dias úteis, em média.

 

Faça a publicação do seu filtro nos Stories

Filtros diversos usados em pessoas ao tirar uma selfie no Instagram

Depois que seu filtro for aprovado, você então poderá utilizá-lo e ele estará disponível, na ferramenta, dentro da área que é voltada para os efeitos do Insta.

O ícone do efeito é o que você escolheu no momento de enviar para análise, então é fácil encontrá-lo nos Stories do Instagram.

 

Conclusão

Como você pôde ver, cada vez mais pessoas procuram aprender a como criar filtros no Instagram, por isso esse artigo teve como objetivo tratar desse tema tão popular.

Dessa forma, você pôde aprender a como criar os melhores e mais incríveis filtros por meio da ferramenta gratuita Spark AR Studio.

Para saber mais sobre como fazer ótimos filtros, inclusive ganhando dinheiro com a venda deles, a indicação é o curso online InstaFiltros 2.0.

Gostou do artigo de hoje sobre o tutorial definitivo de como criar filtros no Instagram?

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente