• Centro de Distribuição

    Centro de Distribuição (CD) é um armazém cuja missão é realizar a gestão dos estoques de produtos na distribuição física e cujas atividades englobam manuseio, armazenagem e administração de produtos e informações e, em alguns casos, colocação de embalagem e rótulos, processamento de pedidos e emissão de nota fiscal

  • ERP- Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais)

    O sistema de planejamento de recursos empresariais (ERP) é um software que complementa todas as informações e procedimentos de uma logística em um sistema único.

    Ele é um software que foi criado com a finalidade de complementar os diversos setores de uma empresa proporcionando a automatização e armazenamento de todas as informações de negócios, promovendo uma fluidez de informações única, contínua e resistente.

    O sistema ERP é constituído por padrões que se integram entre si, que contam com uma única base de dados. Cada parte desse sistema abrange uma área da empresa e sua integração facilita compreender os processos que rodeiam a produtividade do negócio, assim prestando suporte à tomada de decisões de todos os setores

    erp fig 1Arte:Portogente


    Vantagens:

    1. Demanda um planejamento eficiente e bem elaborado;
    2. Redução de mão obra devido à melhoria do fluxo operacional;
    3. Redução de custos logísticos.

    Desvantagens:

    1. O não planejamento dos fatores internos e externos podem acarretar em falhas;
    2. Alto custo de implementação.

    Conheça outros sistemas de informação aplicados à logística: CRM (Customer Relationship Management), EDI (Electronic Data Interchange), WMS(Warehouse Management System) e o TMS (Transportation Management Systems).

  • Indústria 4.0: O que é ? O que esse mercado espera dos profissionais?

    O que é a Indústria 4.0?

    ind 4 o que e img artigo

    O futuro já está na nossa porta: a Indústria 4.0 é o novo movimento tecnológico que está mudando a perspectiva das empresas e do mercado de trabalho do mundo todo. Alavancado pela internet, indica um futuro muito mais integrado e com manufaturas muito mais inteligentes através do conceito chamado “Internet das Coisas”.

    Já estamos na quarta revolução industrial?

    Sim! O mundo já passou por 3 grandes revoluções industriais que causaram grandes reviravoltas no setor produtivo: a primeira, que aconteceu na Inglaterra em meados do Século XVII, responsável por introduzir a máquina a vapor e a locomotiva ao utilizar o carvão como força motriz. Tal mudança fez com que surgisse a primeira ideia de manufatura ao nascerem as primeiras fábricas que substituíam pouco a pouco a produção artesanal. A introdução dessas máquinas foi responsável por alterar a percepção mundial do que era comércio.

    Na segunda metade do século XIX, o mundo se deparou com a energia elétrica, o petróleo e novas tecnologias foram surgindo, como o telégrafo. Com novas possibilidades de transformação de energia, sistemas mais eficientes e com rendimentos melhores surgiram (como o motor a combustão) e, assim, os antigos se aprimoraram (locomotivas e máquinas mais eficientes). Isso fez com que as indústrias conseguissem obter resultados mais positivos, mas a busca por aprimoramentos não parou por aí. 

    Após a Segunda Guerra Mundial, no meio do século XX, foram desencadeados estudos mais complexos para gerar tecnologia de ponta através dos novos conhecimentos da eletrônica. Na Terceira Revolução Industrial, já podemos falar sobre a automação de máquinas

    ...
  • Tecnologia da Informação Aplicada à Logística

    No mercado atual em que vivemos com a competitividade em alta, a empresa que não se atualiza com as especificações e exigências do mercado, acabam perdendo espaço e, consequentemente, clientes. Para aumentar a competitividade de uma empresa é fundamental e muito utilizado a melhoria da estratégia logística.

    Essas estratégicas logísticas muitas vezes estão associadas à revisão de planejamentos e, também, a troca de equipamentos por outros mais avançados que permitem maior eficiência, como por exemplo, a inserção cada vez maior da Tecnologia da Informação (TI) através de softwares. Para um melhor entendimento do uso desses sistemas, aqui iremos falar um pouco sobre como a Tecnologia da Informação se aplica à Logística.

    tecno da Infor aplicada à log fig 1
    A TI revolucionou a logística e continua sendo um grande aliado competitivo das empresas.

    A TI é um grupo de atividades que incluem o uso de software, banco de dados e uma arquitetura de rede que trabalham para tornar mais fácil o acesso e o gerenciamento das informações das organizações. Sendo assim, facilitam a vida de seus usuários. A área de TI utiliza a informática para prover informações que auxiliam as atividades que se destinam, a produzir, transmitir, armazenar, acrescentar e interpretar os dados, a fim de obter resultados mais precisos e agilizar a taxa de resposta entre setores, clientes e fornecedores.

    A TI, seus bancos

    ...