Uma operação especial da Brado no mercado interno passou a movimentar MDF – placas de fibra de madeira de média intensidade – da região central do Estado de São Paulo até o Porto de Santos (SP). O projeto usa a estrutura do Terminal Multimodal que a empresa mantém em Sumaré (SP), onde ocorre a estufagem dos contêineres, e mostra como soluções logísticas estratégicas representam benefícios para indústrias, comerciantes e transportadores. As chapas de madeira têm como destino final o porto de Manaus (AM) e são utilizadas para construção de móveis e acabamentos em residências.

A partir da nova solução logística, as cargas de MDF podem chegar ao Porto de Santos por ferrovia ou rodovia, dependendo da disponibilidade de cada modal na ocasião. Essa flexibilidade permite que sempre seja acionada a alternativa mais competitiva, em benefício do cliente. Esse diferencial é considerado decisivo para a eficácia da operação, uma vez que somente com monitoramento constante é possível realizar a gestão da carga por modais diferentes e cumprir com os prazos determinados.

A região de origem do MDF, Agudos e Botucatu, fica a 320 quilômetros de Santos. A solução Brado atende também as necessidades dos armadores – empresas que gerenciam a formação da carga naval – que buscam gestão de custo e ganho de eficiência. Os contêineres a serem embarcados nos navios são estufados em Sumaré, a 120 quilômetros do Porto.

O Terminal Intermodal que a Brado mantém em Sumaré está ligado à rede rodoviária e à ferroviária brasileira, em conexão direta com todas as regiões do País. Tem capacidade para movimentação de 4 mil TEUS (contêineres de 20 pés) e conta com dois armazéns de carga seca.

A nova solução Brado vai movimentar, inicialmente, 80 contêineres ao mês. A experiência poderá ser adotada para atender ainda outros clientes e movimentar outras mercadorias. O fluxo de cargas com uso de rodovia, ferrovia, estufagem de contêineres, armazenagem, movimentação monitorada é um diferencial da Brado que atende as necessidades de inúmeros setores.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s