Iniciada em janeiro deste ano, a adequação de todas as instalações elétricas do Porto de Imbituba(SC) à Norma Regulamentadora nº 10 (NR-10) - segurança em instalações e serviços em eletricidade - entra agora em sua reta final. Nesta etapa, está sendo realizada a documentação e padronização dos processos de projetos e manutenção elétrica. Até o término de 2017, estima-se que cerca de 75% dos 136 processos requeridos para que o porto esteja em conformidade com os padrões exigidos pela NR-10 estejam cumpridos. O projeto de adequação é liderado pelos setores de Obras e Saúde, Segurança e Meio Ambiente da SCPar Porto de Imbituba, empresa que administra a infraestrutura do complexo portuário de Imbituba.

A NR-10 é emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego e orienta a implantação de sistemas preventivos que garantam a segurança e saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente em serviços com eletricidade e instalações elétricas.

Ações como a identificação de quadros energizados, rotina de medição de aterramento, termografia, aquisição de ferramentas com isolação adequada para serviços com energia e implantação de barreiras de segurança para evitar o contato com partes energizadas são exemplos de melhorias já concluídas.

Além dos requisitos obrigatórios, em setembro, a SCPar Porto promoveu uma campanha interna de conscientização para o uso racional de energia. Desenvolvida em parceria com a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), a iniciativa promoveu ações de educação para mudança de hábitos de consumo, com uma palestra sobre o uso racional da energia e a substituição de lâmpadas dos prédios da administração portuária por material de tecnologia LED, mais resistente e eficiente.

De acordo com o técnico de infraestrutura elétrica da SCPar Porto, Paulo Gonçalves, "a campanha de uso racional de energia e capacitação técnica, que inclui cursos de atualização sobre a NR-10 a cada dois anos e cursos relacionados à área elétrica, são medidas que contribuem para a conscientização da comunidade portuária, e à implantação de uma nova cultura de prevenção de acidentes no Porto de Imbituba".

0
0
0
s2smodern
powered by social2s