Foram aprovados, no dia 24 último, o montante de R$ 1,6 bilhão para financiamento de projetos da indústria naval no país. O valor foi estabelecido durante reunião do Conselho Diretor do Fundo de Marinha Mercante (CDFMM), do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação (MTPA). Os recursos deverão contemplar projetos novos e prioridades concedidas anteriormente pelo Conselho, que tiveram o prazo renovado.

Leia também
BR-163 recebe verba para pavimentação e Antaq multa Codomar em novela confusa
Feira global - portal do mercado sul-americano

Na lista de prioridades estão a construção de estaleiro de reparos, embarcações de carga, apoio marítimo, apoio à navegação e navegação interior, bem como a docagem, modernização e conversão de embarcações. Poderão ser financiados pelo FMM até 90% do valor dos projetos pleiteados. 

Apesar da notícia alvissareira, é triste ver o "vai e vem" da indústria naval brasileira - que saiu de um ostracismo para dias de glória na última década. Foi um setor que conseguiu aquecer a economia de forma substancial, com a geração de empregos qualificados, por exemplo. Todavia, há dois anos, atividade econômica tão importante experimentou um retrocesso que podemos dizer absolutamente prematuro. Que venham os financiamentos, mas que eles signifiquem realmente a criação de postos de trabalho e o avanço na área de desenvolvimento e tecnologias.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente