Caro internauta, responda essa: como seria o transporte público do País se as prefeituras municipais e órgãos ou empresas públicas que fiscalizam a prestação desse serviço divulgassem, de forma regular e transparente, a relação das mais frequentes reclamações feitas por usuários e o nome das empresas mais bem e mal avaliadas? E mais: que a sociedade organizada tivesse o poder de exigir a suspensão ou a rescisão desses contratos?

Leia também
CPI do Transporte Público deve iniciar trabalhos em fevereiro
*
 Transparência das tarifas de transporte público em questão

Com certeza reduziria sensivelmente o horror que o brasileiro enfrenta todos os dias nas cidades brasileiras. A sugestão para que tal situação ocorra é do pesquisador do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) João Paulo Amaral. Coordenador de uma pesquisa do Idec sobre o grau de insatisfação dos usuários de ônibus e metrô de São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG), Amaral lembra que a estratégia, comum em outros setores, como no transporte aéreo, é uma forma eficiente de obrigar as empresas concessionárias a melhorar a qualidade do serviço que oferecem aos cidadãos.

Vergonha das vergonhas
A Agência Brasil informa que, ao longo da última semana, procurou os órgãos responsáveis pela fiscalização do serviço de transporte público em seis capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia, Porto Alegre e Recife) para saber quantas reclamações de usuários de ônibus foram registradas ao longo do ano passado e quantas sanções ou medidas corretivas foram aplicadas a partir dessas queixas. Em todos os casos, recebeu a informação de que os dados não são disponibilizadas nos sites oficiais e que precisariam ser tabuladas. Passada mais de uma semana - período marcado pelo feriado de carnaval - o Consórcio de Transporte Grande Recife e a Empresa Pública de Transporte Coletivo, de Porto Alegre, ainda não enviaram as informações.

"Muitas prefeituras não têm esses dados tabulados, não os divulgam e não dão respostas aos usuários que se queixam. Isso pode significar que os órgãos responsáveis podem não estar usando essas informações, que devem ser consideradas de forma mais eficiente, como um termômetro da qualidade do serviço prestado", acrescentou Amaral, defendendo, contudo, que os usuários não deixem de registrar suas queixas sempre que o serviço deixar a desejar.

No consagrado site Reclame Aqui, as companhias que registram mais reclamações de usuários são a Viação Cometa, a Auto Viação 1001 e a Útil..

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é a opinião do Portogente

O que você achou? Comente