A palavra inovação tem integrado o discurso dos principais empresários brasileiros. Na atividade portuária não é diferente, já que diversos terminais instalados em território nacional buscam diariamente incorporar tecnologia avançada para garantir competitividade no acirrado comércio internacional. E onde se busca inspiração para inovar? Para a presidente da Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (Abtra), Agnes Barbeito, os principais portos inspiradores são os asiáticos.

 

Os complexos portuários localizados na Ásia dominam todos os rankings de volume e receita gerados pela atividade portuária. Barbeito argumenta que a escala de operações é fundamental para o sucesso do negócio portuário. “A tecnologia portuária está disponível no mundo inteiro. Mas os portos asiáticos são os mais baratos e produtivos, justamente por ter maior escala”. A inspiração não é nenhum demérito na avaliação da empresária, que reproduz o velho bordão “nada se cria, tudo se copia”.

 

E para que os portos brasileiros alcancem um patamar de excelência comercial, a empresária crê ser fundamental aplicar um master plan consciente e que proporcione essa grande escala de operações. O foco, segundo ela, precisa estar na produtividade. “O master plan é uma questão para os agentes públicos. O empresário tem a sua função, que é olhar as oportunidades e ver para onde vai direcionar o seu investimento”.

 

Agnes Barbeito, que é presidente do Terminal de Contêineres da Margem Direita (Tecondi) do Porto de Santos (SP), sabe bem o que é falta de planejamento para instalação de terminais portuários. O empreendimento que ela comanda está localizado em uma região chamada “torre de babel”, pois abriga todo o tipo de atividade. A prefeitura santista já manifestou a vontade de reordenar a partir dos critérios apontados pelo Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ), que deverá ser revisado nos próximos meses, sob determinação da Secretaria Especial de Portos (SEP).

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente