A questão envolvendo a prorrogação da concessão ferroviária da Rumo, do Grupo Cosan, não está pacificada. Os questionamentos prosseguem com força.

600 Rumo dad

A observação é do engenheiro José Manoel, presidente da Ferrofrente. Ele lembra ao Portogente que a ação judicial da entidade, que denuncia as ilegalidades e irregularidades na prorrogação do contrato da Malha Paulista, segue tramitação normal em Curitiba (PR), porque é onde está a sede da empresa Rumo Logística. Segundo ele, o resultado poderá ser a anulação dos contratos, por ofensa direta aos parâmetros legais e constitucionais.

Leia também
Logística de transporte do País não atende interesse da sociedade
Site publica denúncias contra Ministério da Infraestrutura

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente