Os componentes da expressão psicossocial do Poder Nacional são suas unidades integradas, representadas pelo binômio homem-sociedade, o qual se manifesta em fenômenos e fatos psicológicos e sociais.

O polêmico site O Antagonista publicou, nesta semana, notícias graves colocando o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas em relações não republicanas com o presidente do Grupo Cosan, Rubens Ometto. Vale lembrar que, em maio de 2019, o próprio Minfra lançou o programa Radar Anticorrupção do Ministério, um Guia de Interação com o Setor Privado. As denúncias também implicam o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviário (SNPTA), Diogo Piloni.

Nota do Ministério da Infraestrutura direcionado ao site Antagonista e que esclarece também as pontuações do Portogente

cobertura cosan 2Desenho da cobertura da Rumo, cujo financiamento foi devolvido ao BNDES
após ter sido revelado por Portogente. Crédito: Rumo | Cosan

Links para as matérias
* O empresário preferido de Tarcísio de Freitas
* A concessão preferida do empresário preferido

Conhecidos os robustos investimentos envolvidos e o papel estratégico da pasta que comanda, sequer pode haver sombra de dúvida sobre a seriedade do ministro Tarcísio de Freitas. Daí o conveniente esclarecimento sobre os comentários alimentados por seu relacionamento com Rubens Ometto. Visto que os contratos citados são reais, há denúncia junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) e a antecipação da renovação do contrato da Rumo do grupo Cosan no Porto de Santos é esquisita, há muito tempo.

Editorial | Portogente 
Cobertura do terminal da Rumo no Porto de Santos

Sobre a renovação do contrato de arrendamento da Rumo no Porto de Santos há pontos sem esclarecimentos suficientes, ainda, sobre os investimentos que fundamentam os planos de negócio da empresa no porto. Inclusive o valor financiado - R$ 307.951.333,11, em 3/2013 - e integralmente devolvido ao Banco Nacional de Desenvolvimento, Econômico e Social (BNDES), após Portogente revelar o não cumprimento contratual. Tratativas essas realizadas por uma diretoria tirada do cargo pela Polícia Federal.

Leia ainda 
Caso Marimex em Santos expõe Secretaria de Portos

Não menos enrascado, o caso também noticiado da pera ferroviária favorecendo a Rumo no Porto de Santos e que desacata o Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) do porto. Uma medida cautelar impetrada junto ao TCU, pelo vereador Francisco Nogueira (PT), reverteu o caso. Os tentáculos da Rumo, através da Portofer, operam as ferrovias que transportam na área portuária, por meio de um contrato que não atende aos princípios da concorrência.

Dia a Dia 
Cidades mais próximas das decisões dos Portos

As notícias divulgadas pelo O Antagonista atingem uma parte importante do governo Bolsonaro e vêm acrescentar pressão à tensa conjuntura política nacional. Uma vez que cabe ao ministro Tarcísio Gomes de Freitas o papel de estimular e aglutinar a ação coletiva em torno dos objetivos do Brasil.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente