• Santos, cidade onde situa-se o maior porto do País, cediou um encontro que aprovou protocolo de intenções para a criação do que foi definido como a Federação dos Estivadores e Portuários do Brasil (FEPB).

  • Os 60 estivadores de Itacoatiara, porto fluvial da região de Manaus (AM), que ocuparam o navio ‘Clipper Talent’, na quarta-feira (3), estão sem água e comida.
    Segundo o presidente do sindicato dos estivadores de Manaus, Ivo Alves do Nascimento, o racionamento foi determinado pelo ministério da marinha e polícia federal.

  • O estivador é um trabalhador portuário autônomo que exerce uma atividade árdua e perigosa, a bordo do navio. Sua remuneração é por dia de trabalho, conforme estabelecido pela Convenção Coletiva de Trabalho, de 1997

  • Aristides Inácio da Silva trabalhou no Porto de Santos durante mais de duas décadas. De origem pernambucana, ele seria somente mais um esquecido trabalhador que carregou sacas de café pelos armazéns do Cais caso um dos seus filhos – calcula-se que Aristides deixou mais de 25 espalhados pelo país – não se tornasse uma figura ilustre no meio sindical e político do Brasil

  • Em entrevista exclusiva ao Portogente, o presidente do Sindicato, José Adilson Pereira, disse que a entidade está trabalhando para garantir treinamento permanente aos associados, de forma a acompanhar a tecnologia empregada nos equipamentos portuários