publicado originalmente na Revista Infraestrutura Urbana

A cidade de Fortaleza recebe atualmente uma média de 52 cruzeiros por ano. Este número, porém, deve chegar a até 150 em 2021, uma expectativa que considera a atual taxa de expansão de 23% no volume de embarcações de passageiros recebidas anualmente. Pensando nisso, foi desenvolvido e licitado o projeto do Novo Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza. Ele será erguido na Praia Mansa e, em períodos de baixa estação, terá múltiplo uso, atendendo também à demanda por circulação de mercadorias. As obras de construção do Novo Terminal tiveram início no dia 2 de março deste ano, após a Assinatura da Ordem de Serviço com a presença do Ministro dos Portos, Leônidas Cristino.

O prazo de execução da obra é de 21 meses, que serão cumpridos, de acordo com Edno de Oliveira Lima, diretor de desenvolvimento de negócios da Constremag, empresa vencedora da licitação pública. "Temos os equipamentos mais modernos do mundo e interesse em encurtá-la [o prazo] o máximo possível, uma vez que quanto menor o tempo de execução, menor o custo". De acordo com Lima, os métodos de execução ainda não foram totalmente definidos.

Serão investidos R$ 149 milhões, incluindo custos das obras civis, do fornecimento de equipamentos tais como sistema de ar condicionado, escadas rolantes, elevadores e defensas para navios, bem como do apoio à fiscalização das obras civis. A nova estação de passageiros, com infraestrutura semelhante aos terminais de aeroportos,  terá restaurante, postos de correios, Polícia Federal, Anvisa, Receita Federal, lojas de conveniências e souvenires em espaço de 5.880 m².  A área de estacionamento terá 9,5 mil m².

O projeto arquitetônico foi desenvolvido a partir do conceito de espaço flexível e multidisciplinar, com grandes vãos e ampla visibilidade da paisagem, setorização de funções e atividades, fluxos contínuos e intercambiáveis de passageiros, expansibilidade e modulação e desenho integrado à paisagem natural e cais de múltiplo uso.

O projeto também conta com a construção de novo cais de atracação com 350 m de extensão e 13 m de profundidade, sendo que a dragagem foi licitada em separado e está em fase de conclusão, com preferência para receber navios de passageiros, uma vez que nos períodos de baixa estação o cais receberá outros tipos de navios. Para possibilitar o uso múltiplo, está prevista a execução de uma retroárea com 40 mil m², que atuará como pátio para armazenagem de contêineres.

O Terminal de Passageiros do Porto de Fortaleza está previsto para ser integrado ao sistema de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), obra do Governo do Estado do Ceará.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s