O campo de Libra é a maior reserva do pré-sal brasileiro. Estima-se que o óleo recuperável na área, de acordo com dados do governo, varie de 8 a 12 bilhões de barris.

A área é situada a 183 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, mais próximo que Tupi – campo do pré-sal já em exploração –, que está a 300 km do litoral. A menor distância pode facilitar a exploração, mas a perfuração é muito profunda e há fronteiras tecnológicas a serem superadas.

Até o momento, a profundidade atingida no poço em Libra é de 5.410 metros, com 22 metros perfurados no pré-sal. A perfuração ainda deve alcançar 6.500 metros de profundidade.

Leilão
O bloco de Libra foi colocado a leilão em 21 de outubro de 2013. A iniciativa atende às regras do modelo de partilha dos campos, adotado pelo Governo Federal.

Por meio desse regime, ficará garantida à União a gestão das reservas exploradas na área, já que as empresas vão compartilhar com a União uma parcela no volume de óleo produzido no campo de Libra. Vencerão os leilões os grupos que destinarem a maior parcela do óleo à União.

A estatal Pré-Sal Petróleo S.A (PPSA) foi criada para representar a União nos negócios. Já a Petrobras será a empresa operadora da área de Libra e sócia de todos os campos licitados, com no mínimo de 30% de participação no consórcio que ficar com a área.

As informações são do Governo Federal.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s