Empresa santista especializada na criação de projetos multimodais onde a ferrovia é mais bem explorada no transporte de contêineres, reduzindo drasticamente a emissão de CO2, concorre a prêmio pelo trabalho desenvolvido no Porto de Santos-SP.

Um case de modelo organizacional de "modal shift" desenvolvido pela ITRI RODOFERROVIA, empresa de Santos (SP), poderá ser premiado em 2011. O sistema, que avalia a possibilidade de trocar um modal com alta emissão de CO2 na atmosfera por outro que na atividade de transporte agrida menos o meio ambiente, colocou a empresa na concorrência. O projeto de troca modal desenvolvido pela ITRI reduziu em cerca de 90% as emissões de CO2.

O modelo adotado para um transporte sustentável é aplicado no Porto de Santos e vem sendo utilizado por uma grande montadora japonesa desde a paralisação da entrada de vagões com contêineres nas linhas férreas adjacentes às áreas retro-portuárias da Libra terminais, no corredor de exportação do complexo portuário santista.

"Observa-se que para movimentar 500 toneladas de carga em distâncias iguais, o montante de emissões acumuladas no transporte combinado de coleta e entrega (rodoviário) ficava em 144 toneladas de CO2. No modelo multimodal criado pela ITRI, com a inclusão da ferrovia no transporte combinado de coleta e entrega (no sistema rodo-ferroviário), o volume de emissões acumuladas não ultrapassou 15 toneladas de CO2. A diferença é muito substancial, quase 90% menos poluente", explica Washington Soares, diretor da empresa.

Segundo o executivo, que também é pesquisador de políticas sustentáveis e modais ecoeficientes, o objetivo principal da troca é conscientizar o usuário do transporte de cargas da necessidade de transferir a mercadoria de caminhões para trens e minimizar o impacto ambiental.

"A indicação da ITRI ao prêmio trata-se de um reconhecimento ao trabalho dedicado e sempre prezando a excelência ?A ITRI, ano a ano, vem se destacando no mercado e hoje é a principal operadora rodoferroviária do Porto de Santos, onde é responsável por 100% das operações multimodais e pela gestão logística de aproximadamente 508 mil Teu da movimentação ferroviária de contêineres em um período de dez anos", conclui Soares.

A escolha do vencedor do prêmio ao qual a ITRI RODOFERROVIA está concorrendo, promovido pela Revista Ferroviária, será feita por um colégio eleitoral de aproximadamente 30 mil pessoas e o resultado da premiação será conhecido no mês de março.

Sobre a ITRI Rodoferrovia e Serviços
Jornalistas interessados em fontes e/ou informações sobre operações ferroviárias, rodoviárias, intermodais, multimodais, modal shift, entre outras, relacionadas ao porto de Santos e outros importantes centros do comércio internacional brasileiro poderão contar com os profissionais da ITRI RODOFERROVIA para compor suas pautas, entrevistas ou até mesmo para consultar informações pertinentes aos setores de atuação da empresa.

A ITRI RODOFERROVIA é uma empresa com mais de 15 anos, sediada no Centro Histórico de Santos, junto ao maior porto da América Latina, o porto de Santos, que atua como operadora rodoferroviária e está também habilitada como Operadora de Transporte Multimodal com reconhecimento deferido pela ANTT - Agência Nacional de Transporte Terrestre.

A empresa dispõe de um contrato de transporte com a MRS LOGÍSTICA para o fornecimento diário de 30 vagões no fluxo Santos-Suzano, e no curso inverso outros 30 vagões para atender à programação de cargas de diversos exportadores da Grande São Paulo.

A ITRI possui exclusividade no uso de vagões protótipos do tipo (PDS/PDR) adaptados com travas de segurança, vagões que são específicos para o transporte de contêiner. Esta disponibilidade de ativos garante aos clientes o atendimento dos serviços de forma plena.

Fonte: Conteúdonaweb

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente