Rumo, o braço logístico do grupo Cosan, encontra-se em fase de celebrar o renhido controle acionário da operadora ferroviária América Latina Logística (ALL), como uma estratégia para a empresa diversificar seu portfólio de negócios. Da parte da ALL, a venda da concessão é um modo de acertar o seu passivo, principalmente por não cumprir o contrato de transporte do açúcar que estabelece a alternativa de pagar o frete por caminhão.

Leia também
Logística de transportes
Transportadores de cargas pedem novos investimentos em infraestrutura

Exportadores de soja e de açúcar, concorrentes da Cosan no uso também das linhas da ALL para chegar ao Porto de Santos (litoral paulista), veem com bons olhos essa mudança. A primeira impressão é a de que um monopólio da via por um exportador não  é um modelo bem visto pelos demais usuários da linha, como é a ótica do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Engano. No caso, um investidor com projeto de qualidade e credibilidade é bem visto. Para a Rumo, entrar no setor de infraestrutura diminui o risco das oscilações do negócio do açúcar, aumenta o giro dos vagões, reduz os gargalos do porto e melhora a entrada, circulação, carga e descarga na área portuária, com maior integração ferrovia-porto.

O trecho da ALL até o Porto de Santos para a Cosan – líder mundial na exportação de açúcar – é em torno de 400km contra os 1.700km dos demais usuários da via, como soja, contêiner e de açúcar. Rubens Ometto, presidente da Cosan, com a aquisição da concessionária ferroviária, busca eliminar a ausência de transporte regular, garantir o frete definido em contrato planejado e arbitrar o risco do negócio açucareiro.

Olacyr de Moraes adotou esse tipo de estratégia para a sua produção de soja, de modo a viabilizar com sucesso a Ferronorte com o tráfego de composições de outros exportadores pelo porto santista. A Rumo segue exitosamente para responder a um dos principais desafios para desenvolvimento do Brasil. Oferecer produtividade  logística na exportação das safras agrícolas e no transporte de contêineres pelas ferrovias, como um novo paradigma no transporte e balanceamento da matriz dos modais.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente