Acredite se quiser: neste sábado, aconteceu a sexta morte de um trabalhador portuário no Porto de Santos em 2007. Trata-se de Wilson Rodrigues dos Santos, de 38 anos, estivador que estava a bordo do navio Yu Gu He, de bandeira panamenha. Por volta das 16h30, ele foi esmagado por um contêiner e engrossou a lista de tragédias no cais santista. A penúltima delas tinha acontecido em 1º de junho, quando Rubens da Silva Ruas sofreu um acidente no Terminal Marítimo de Guarujá (Termag).

De acordo com o segundo secretário do Sindicato dos Estivadores de Santos, Marco Antonio Bonfim, o fato mais revoltante é a demora da ambulância para resgatar o portuário. "Levaram cerca de uma hora para tirar o Wilson do navio e o transportar para o hospital mais próximo". Integrantes da Capitania dos Portos passarão a noite de sábado realizando a perícia necessária na embarcação, atracada no posto 2 do Terminal de Contêineres da Santos-Brasil, na margem esquerda de Guarujá.

A direção do Sindicato dos Estivadores confirmou que a partir das 13 horas de segunda-feira, será implantada uma operação padrão no Porto de Santos. "Vamos diminuir a produção para ver se alguém faz alguma coisa. Isso vai durar 72 horas", reitera Bonfim. Wilson Rodrigues era casado e deixa dois filhos, um de 3 e outro de 11 anos de idade.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website