Ministro Tarcísio Gomes de Freitas acerta em se comprometer com os títulos verdes, ou os green bonds. Que os compromissos declaratórios se tornem realidade o mais rápido possível.

Pragmático, competente e de uma geração que marca este século pela inovação e o compromisso com o futuro do planeta, o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas quebra paradigma ao viabilizar o primeiro projeto de concessão governamental no mundo financiado pelos green bonds, os chamados títulos verdes. Ao conquistar o “selo verde” para projetos de ferrovia, anunciado para o início de 2020, fortalece extraordinariamente seus avanços logísticos que impulsionam uma nova economia no País.

Green Dad

Dia a Dia
Ministro da Infraestrutura apresenta oportunidades de negócios nos EUA

Poucas regiões do mundo são tão oportunas como a hinterlândia do Arco Norte para garantir aos investidores a certeza de que os projetos que irão apoiar abordam a preservação da natureza. O vínculo verde dessa região associado à competência nacional para projetos, constituem ativos interessantes e seguros para investidores em green bonds, preocupados com as mudanças climáticas, o meio ambiente e a sustentabilidade.

Editorial 
Arco Norte: porta para uma nova economia

Os títulos verdes foram criados pelo Banco Mundial em 2008, atendendo à demanda de um grupo de fundos de pensão suecos que queria investir em projetos de desenvolvimento de baixas emissões e resiliência climática. Desde então, foram levantados mais de U$ 13 bilhões por meio de 150 títulos verdes em 20 moedas. O Fundo Verde para o Clima (GCF na sigla em inglês) agora está financiando ações climáticas em mais de 100 países em desenvolvimento.

Notícia corporativa 
* BNP Paribas suspende negócios de extração de gás e óleoBNP Paribas suspende negócios de extração de gás e óleo

A 24ª reunião do Conselho foi encerrada, no dia 14 último, após a alocação de US $ 407,8 milhões, elevando o portfólio total do Fundo Verde para o Clima para US $ 5,6 bilhões. Isso inclui novas iniciativas em vários países, totalizando mais de US $ 1,87 bilhão para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e aumentar a resiliência climática. Títulos para os quais a pesquisa e a demanda de infraestrutura podem causar um efeito positivo no meio ambiente. Mais outras fontes, o total de títulos verdes em circulação é de US $ 389 bilhões.

Editorial
Velejando a favor dos novos ventos

Reverter a baixa produtividade portuária nacional é estratégico, contribui e é primordial para o sucesso de projetos logísticos para movimentação do comércio internacional, principalmente os da região do Arco Norte financiados por green bonds. Se a declaração do ministro Tarcísio, de estar mais simpático à ideia do modelo de gestão landlord port, sinaliza uma mudança de visão positiva, isto ainda está longe da solução buscada pelos investidores.

Precisamos de portos com gestões descentralizadas para sermos eficientes.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website