Nem mesmo a criação artística conseguiu ficar totalmente protegida dos ataques da inteligência artificial (AI) ao seu mercado de trabalho. Isso mesmo. Pesquisadores das universidades americanas do Texas, Cornell e o Facebook desenvolveram um sistema de IA que oferece modelos de moda, a partir de fotografias de roupas.

robot estilista

Dia a Dia
* Robôs na passarela da moda

Uma ferramenta, batizada de Fashion ++, que utiliza algoritmo de reconhecimento visual para analisar detalhes das imagens de roupas capturadas, com todos os detalhes como cor, padrão, textura e forma. A partir de ajustes de impactos às novas tendências, define o padrão de roupa a ser desenhada e produzida.

Notícias corporativas
O papel da logística para o mercado de couro e moda 

Outra leitura dessa ameaça aos criadores de moda é admitir tais padrões desenhados pela IA serem dicas para facilitar o trabalho do estilista. Entretanto, o fato do algoritmo que define e desenha o padrão de roupa, coleta dados para essa análise em até 10.000 imagens. Um prenúncio de uma nova cultura de classificar e escolher roupa.

Notícias corporativas
Vestido com tênis: chegou a hora de se render a esta moda

Com tudo isso, permanece a convicção de que a arte não será superada pelos algorítimos. Mesmo considerando a capacidade da IA analisar e levar em conta também as formas dos corpos. Entretanto, combinado com outras tecnologias, como as realidades virtual (RV) e aumentada (RA) e o e-commerce, o varejo da moda poderá perder para a encomenda sob medida e gosto entregue à domicílio.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website