Fedor (Final Experimental Demonstration Object Research), um robô humanoide desenvolvido pelo exército russo pode ser um descobridor do futuro, caso não seja seu exterminador

Quem assistiu ao robô Fedor, em 2017, empunhando duas pistolas, atirando com velocidade e pontaria certeira nunca superadas por um ser humano, no próximo dia 21 de agosto poderá vê-lo em viagem rumo à Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês).

600 FedorFoto do perfil de Fedor no Twitter. Imagem: reprodução.

A viagem vai durar apenas 18 dias. Sairá no dia 21, quarta-feira, e retornará em 7 de setembro de 2019. Todavia, o que parece um filme de desenho animado é um salto enorme ao futuro. Fedor está sendo preparado para ser um explorador espacial.

Mais inovação
Filosofia para os robôs

Fedor está sendo aguardado na ISS por dois astronautas russos que estão juntos com colegas da NASA americana e da ESA europeia. Os cosmonautas Alexey Ovchinin e Alexander Skvortsov irão cumprimentar o robô e testar como ele trabalha em microgravidade.

Blade Runner
Robô flutuando no espaço sideral

Ele vai ser lançado ao espaço por uma nave russa. O robonauta estará em ação na estação espacial movendo-se em resposta ao seu operador humano. Diferente dos exploradores do século XVI, tudo indica que os primeiros contatos com extraterrenos serão realizados por descendentes do Fedor.

>> Vídeo de Fedor, clique aqui 

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website