O Brasil inicia 2018 com o pedido de demissão do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, filiado ao PRB. Ele ocupava o cargo desde maio de 2016. Em carta enviada ao presidente Michel Temer (PMDB), Pereira disse ter priorizado melhorias nas condições de trabalho dos servidores de carreira durante seu mandato e valorizou o fato de ter auxiliado no reposicionamento do Brasil no mercado internacional.

marcospereira ministerio

A provável razão para a saída de Pereira é a tentativa de ganhar uma cadeira de deputado nas eleições de outubro deste ano. "Senhor Presidente, agradeço imensamente a confiança, fico lisonjeado pelo convite para continuar no cargo até 31 de dezembro, porém preciso deixar o ministério para poder me dedicar a questões pessoais e partidárias", escreveu na carta endereçada a Temer. Em palavras de apoio ao presidente, alegou que "popularidade não quer dizer absolutamente nada". Somente 5% da população brasileira aprova o atual governo.

A saída de Marcos Pereira é a terceira baixa no governo Temer desde dezembro do ano passado. Nas últimas semanas, também pediram demissão os ministros Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Ronaldo Nogueira (Trabalho). Na última semana de 2017, Pereira participou da cerimônia que criou a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Açu, na região norte do estado do Rio de Janeiro.

carta1

carta2

carta3

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s