Quer saber como funciona a impermeabilização de laje e se ela é o ideal para você? Pois então é só continuar lendo este artigo até o final!

Isso pois, aqui nós iremos te explicar detalhadamente como funciona a impermeabilização de laje, e, se ela é ou não ideal para você? Isso nós já te adiantamos agora mesmo: SIM!

Por que a impermeabilização é importante para você?

Ok, talvez você não acredite na gente logo de cara, mas nós podemos te provar o porquê da impermeabilização ser tão importante.

laje impermeabilizar
Imagem: https://www.solucoesindustriais.com.br

Para início de conversa, você já reparou alguma vez se sua laje apresenta trincas ou rachaduras? Pois isso pode ser o indício de um problema muito mais grave, um problema que pode ser corrigido com a impermeabilização.

Trincas e rachaduras podem ser apenas o início de infiltrações, e ninguém gosta de infiltrações em sua residência, aquelas goteiras indesejadas que nós fazem correr para colocar baldes por todo o local. E pior, isso pode comprometer toda a estrutura de sua construção, acarretando em um problema muito mais sério!

Ah, e você de quebra ainda usufrui de algumas outras vantagens como temperaturas mais amenas dentro dos ambientes e até mesmo um maior isolamento acústico.

Então, para evitar que tudo isto aconteça, o melhor é investir na impermeabilização de sua laje.

Como funciona a impermeabilização da laje - Tipos de impermeabilização

Certo, uma vez que estamos combinados sobre a importância da impermeabilização, é hora de entendermos como funciona a impermeabilização da laje.

Antes de mais nada é importante dizermos que há mais de uma maneira de se impermeabilizar uma laje. Mas, a realidade é que, independente do tipo escolhido, tudo pode ser definido em dois sistemas distintos: rígidos e flexíveis.

A impermeabilização rígida

A impermeabilização do tipo rígida é mais comumente utilizada em locais que não possuem uma grande movimentação da estrutura, e que não recebem grandes intempéries.

Ou seja, este tipo de impermeabilização é mais utilizada em áreas que não possuem um contato direto com o ambiente, sendo mais utilizada em fundações, baldrames, muros de arrimo, poços de elevador, reservatórios de água, etc.

Sua aplicação dá-se com produtos como as argamassas impermeáveis, as poliméricas, epóxico ou através da cristalização.

A impermeabilização flexível

Já a impermeabilização flexível é justamente a mais utilizada para lajes, sendo a ideal para estruturas que se movimentam sem causar danos a demais elementos da edificação.

É comumente utilizada em lajes (sejam maciças, pré-moldadas ou mistas), varandas, terraços, jardins, áreas de serviço, etc.

Como funciona a impermeabilização da laje - Passo a passo

E, se você achou que nós não teríamos um passo a passo explicando detalhadamente como funciona a impermeabilização da laje, então é melhor olhar de novo!

Nesse nosso passo a passo abaixo nós focamos nos principais tipos de impermeabilização disponíveis no mercado atual, dá só uma olhada:

1 - Impermeabilização por manta asfáltica

manta asfaltica

Uma das impermeabilizações mais utilizadas atualmente, a manta asfáltica destaca-se por sua flexibilidade e proteção contra o mofo e demais intempéries que a laje esteja exposta.

Siga abaixo um passo a passo rápido envolvendo sua instalação:

Limpe bem a laje que será impermeabilizada, retire todo material de cima dela;

Após limpar tudo, aplique uma demão de primer para assim garantir uma melhor aderência. Para a aplicação, utilize o auxílio de uma vassoura de pêlo e espere de 3 a 4 horas até a área secar, ou até que a área seque totalmente.

Estique a manta sobre toda a superfície e corte-a nas dimensões exatas da área que será impermeabilizada. Após isto feito, enrole novamente a manta para dar início ao seu processo de aplicação, ao desenrolar o plástico é necessário aquecê-lo com maçarico de modo a se obter uma melhor aderência da manta com a superfície.

Corte um pedaço da manta de 30x30cm, ele será utilizado para acabamento e impermeabilização dos ralos, coloque então este material sobre os ralos no formato de "X", e vire suas pontas para dentro. Após aplicar a manta por toda a superfície, faça outro corte no formato de "X" e dobre as pontas em direção do interior do ralo. Isso fará com que a manta se estabilize com uma camada dupla nos vãos de escoamento.

Já para as paredes, aplique a manta até 40 cm com relação ao solo, deixe o acabamento entre as paredes e o piso abaulado, assim o material irá aderir melhor ao piso.

Execute uma sobreposição de uma manta sobre a outra de 10 cm.

E, na transição entre uma área impermeabilizada com a outra que não deve ser revestida pela manta, é necessário esquentar as extremidades da manta com um maçarico, e posteriormente moldá-la com o auxílio de uma colher de pedreiro.

Tampe todos os ralos e deixe uma camada de 5 cm de água em toda a superfície por 72 horas, este é o chamado "teste de estanqueidade".

Verifique se não há vazamentos na laje inferior, caso haja, é necessário uma nova aplicação, retomando este passo a passo desde o início.

Com a ajuda de uma régua, espalhe uma camada de 2 cm de argamassa dei areia com cimento (traço 1:3), de modo a fazer a proteção mecânica do piso que foi impermeabilizado.

E por último, aplique chapisco colante nos cantos das paredes, utilize o auxílio de uma desempenadeira dentada.

2 - Impermeabilização com poliureia

Um dos sistemas mais modernos de todo o mundo, é largamente utilizada nas lajes de shoppings, estádios, indústrias, estacionamentos e outras grandes obras em que a água definitivamente não pode passar. O que acontece é que ela produz uma membrana que é única, sem nenhuma emenda em sua extensão, ou seja, a água simplesmente não tem por onde poder entrar.

Siga abaixo um passo a passo rápido envolvendo sua instalação:

Antes de mais nada, toda a superfície deve ser devidamente limpa e desobstruída, dito isto, a poliureia pode ser aplicada através de um spray, o qual torna fácil aplicá-la em cantos, superfícies que sejam arredondadas ou então irregulares e em locais de acesso difícil.

Sua cura é bastante rápida, sendo que em apenas 30 segundos após sua aplicação ela já está seca ao toque, 2 minutos após e ela já pode receber chuva, 2 horas após e o tráfego de pedestres está liberado.

Outra vantagem deste tipo é que ela não necessita de uma proteção mecânica, ou seja, ela resiste sem maiores problemas a todos os tipos de intempéries.

3 - Impermeabilização com argamassa polimérica

argamassa polimerica

Este é um material feito a base de cimento, é produzido de maneira industrial, e com aditivos que conferem a ele características impermeabilizantes que o dão uma trabalhabilidade maior do que a argamassa comum.

Siga abaixo um passo a passo rápido envolvendo sua instalação:

O primeiro passo é o mesmo que todos os demais processos, limpar a superfície no qual ela será aplicada, lembre de retirar todas as impurezas, tais como pregos, poeiras, etc.

A próxima etapa é a preparação da massa, seguindo as instruções do fabricante para isto, e sem adicionar água.

Em seguida, para a aplicação, ela pode ser feita com o auxílio de uma brocha ou de uma trinca, e as demãos são aplicadas cruzadas. Aqui o importante é garantir que toda a massa seja aplicada de uma maneira uniforme, isto é realmente importante. Com relação a quantidade de demãos e massa, basta seguir as instruções do fabricante. Atenção extra a rodapés, juntas e cantos.

Após o processo de cura (que deve ser seguido de acordo com as instruções do fabricante), a argamassa deve então ser revestida, lembrando sempre que trata-se de um material que possui uma resistência mecânica baixa.

Agora você já sabe como funciona a impermeabilização de laje

Bom, agora você já tem uma boa noção de como funciona a impermeabilização de laje, certo? E, mesmo que os passo a passo mostrados acima variem em pequenos quesitos, o primordial é sempre o mesmo: uma proteção para a laje não sofrer com as intempéries e por consequência apresentar trincas, falhas, rachaduras, goteiras, e... Desabamentos!!!

Então já sabe né, impermeabilização de laje é coisa séria! Procure sempre profissionais devidamente qualificados para realizarem este tipo de serviço pois, na soma total, você só sai ganhando!

Artigo produzido por Master Plate Pisos Industriais

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s