Tipicamente relacionado a tratamentos estéticos, o colágeno não é somente uma substância que ajuda a manter a beleza da pele, mas também é a proteína mais abundante do corpo humano, e chega a representar de 25 a 30% do organismo.

Devido à sua alta concentração no corpo, o colágeno é responsável por muito mais do que a manutenção da pele, ele também é a base para o cuidado da saúde muscular, ligamentos e tendões. E o colágeno hidrolisado é a sua forma processada, que facilita a absorção do nutriente.

A proteína está presente naturalmente em alguns alimentos, como peixes, carne e ovos, gelatina, frutas cítricas, frutas vermelhas e vegetais de cor verde escura, mas comprar suplementos é a maneira mais fácil de alcançar o consumo diário de colágeno que o corpo necessita. Sempre após uma avaliação médica para ajustar a dose certa.

Em entrevista, a dermatologista Karla Assed, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da American Academy of Dermatology, tirou algumas dúvidas sobre a produção natural e a suplementação de colágeno. Segundo a médica, é verdade que há uma desaceleração na produção da substância pelo corpo humano a partir dos 30 anos.

“As fibras de colágeno e elastina não são produzidas como antes e as fibras se desorganizam, deixando a renovação celular irregular e fazendo com que a pele perca cada vez mais a hidratação”, explica a dermatologista. Por isso, o uso de suplementos de colágeno é recomendado somente a partir dessa idade.

Agora, é importante esclarecer como o colágeno age em outras áreas do corpo humano, além da manutenção da beleza da pele. Conheça abaixo os benefícios do colágeno e por quê essa substância merece sua atenção.

O colágeno ajuda aliviar a dor nas articulações

A proteína tem um papel essencial na formação de cartilagens. “Essas estruturas é que atenuam o atrito entre os ossos, evitando a osteoartrite, ou seja, a inflamação das articulações, que ficam desgastadas especialmente nos quadris, nas mãos, nos ombros e nos joelhos”, diz Nadia Brito, nutricionista do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo.

O colágeno contribui bastante para o tratamento da osteoartrose, doença crônica e de lenta evolução, responsável por deixar 15% da população adulta do mundo incapacitada. Isso acontece porque há um desgaste da cartilagem articular e, consequentemente, alterações ósseas e rigidez e dor nas articulações.

Além disso, vale ressaltar que o uso dos suplementos não funciona isoladamente. É imprescindível que se leve um estilo de vida saudável para que o colágeno hidrolisado tenha o efeito desejado. O abuso do tabaco, o estresse, a má alimentação e o sol são fatores que inibem seu resultado.

Pode prevenir a perda de massa óssea

O envelhecimento não causa exclusivamente a redução na produção do colágeno, mas também de outros nutrientes essenciais como o cálcio, que pode causar perda de massa óssea. Uma das melhores formas de combater este problema é fazer atividades físicas regularmente.

Entretanto, os ossos não são somente formados por cálcio, o colágeno também está presente em sua constituição, garantindo sua firmeza e prevenindo sua deterioração.

Um estudo publicado em 2015 na Revista de Alimentação Medicinal (Journal of Medicinal Food), comprovou melhoras significativas na perda de densidade óssea a partir de uma dieta concentrada em cálcio e colágeno para mulheres após a menopausa.

Na pesquisa, 39 mulheres foram divididas em dois grupos: um tomava 500mg cálcio; e outro complementava a carga de cálcio com a ingesta de 5g de colágeno. Ao final de 12 semanas, o grupo que complementou com colágeno mostrou melhoras significativas em densidade óssea e apresentou menor quantidade de marcadores específicos no sangue, que promovem a deterioração dos ossos.

Colágeno Hidrolisado acelera o ganho de massa muscular

Até 10% da composição muscular pode ser de colágeno, a proteína é necessária para manter os músculos tonificados e combate a perda natural que ocorre com a idade.

Isso é explicado por sua produção de creatina e arginina, aminoácidos essenciais no crescimento muscular. O colágeno hidrolisado faz com que o corpo mantenha a quantidade adequada de massa muscular e ajuda o organismo a reconstruir as fibras musculares perdidas. Quando aliado a atividades físicas, pode se tornar uma excelente fonte proteica. Ou seja, quanto mais colágeno, mais proteína e mais força muscular.

O colágeno é responsável também por diminuir o tempo de recuperação dos músculos entre uma atividade e outra. Por isso, ele é uma ótima opção para quem pratica exercícios físicos com frequência.

Melhora a saúde cardiovascular

Um aminoácido abundante no colágeno é a Prolina — responsável pela elasticidade e fortificação das cartilagens. Mas a Prolina tem um papel central no reparo de artérias e ainda ajuda a controlar o colesterol. Além disso, o colágeno fortalece as artérias dando maior efetividade para a circulação sanguínea e promovendo a saúde cardiovascular.

Um estudo publicado em 2017 por cientistas japoneses comprovou essa relação. O grupo de pesquisadores observou 31 adultos que tomaram 16 gramas diárias de colágeno por seis meses. Todos apresentaram artérias mais robustas e firmes no final, e ainda foi possível notar redução de colesterol na corrente sanguínea.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente