A DHL Supply Chain, líder mundial em logística, armazenagem e distribuição, completou este mês um ano na gestão do novo Centro de Distribuição (CD) da Mopar, braço de peças, acessórios e pós-venda do grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles). O CD, que está localizado na cidade de Hortolândia, interior de São Paulo, possui 42 mil m² de área de estocagem e tem capacidade operacional para 2 milhões de peças por mês, que são distribuídas para mais de 400 concessionárias do grupo em 8 estados brasileiros.

Para Maurício Almeida, diretor de Operações da DHL Supply Chain, “essa é uma parceria importante para a DHL, pois além da forte presença que temos em Hortolândia, conseguimos também mostrar toda nossa expertise no setor automotivo, que é um dos nossos focos para este ano. Neste projeto especificamente, aprimoramos sensivelmente a eficiência operacional, proporcionando ao cliente uma redução de 34% no tempo médio das entregas”.

Milan Tomovic, Head SCM da FCA Mopar, ressaltou que “a DHL é sempre muito forte em sua gestão de projetos e conta com uma equipe experiente com plena capacidade de propor melhorias, atuando na causa raiz do problema. Por ser um dos grandes players no mercado, a DHL tem facilidade em criar sinergias entre suas operações logísticas, buscando as melhores práticas, seja em termos de processos ou sistemas”.

A Mopar, que já possuía um Centro de Distribuição em Betim (MG), escolheu Hortolândia para sediar o segundo CD porque a cidade é uma das principais rotas rodoviárias do país, com possibilidade de conexão com o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), e o Porto de Santos. As peças e acessórios são importados dos EUA e Europa ou recebidos de Betim. A DHL, que gere o CD desde 2017, recebe os itens, faz a conferência (inbound), nacionalização e estocagem. Conforme a demanda das concessionárias e distribuidores, a DHL faz a expedição das peças e acessórios (outbound).

Para acompanhar e gerir o transporte das peças até as concessionárias, a DHL montou uma torre de controle com processos de rastreamento. São gerados também dados de desempenho e eficiência para o controle de metas (KPIs). A DHL disponibilizou, inclusive, um telefone 0800 para as concessionárias acompanharem a entrega de seus pedidos.

“A indústria automotiva foi uma das mais impactadas pelo panorama econômico brasileiro, mas soube se reinventar. Dados setoriais recentes indicam crescimento na produção, vendas e exportações. Extrair mais valor das cadeias de suprimento e distribuição, certamente ajuda neste processo. Com sua experiência e porte internacional e presença local, a DHL está pronta para auxiliar a indústria automotiva brasileira nesta retomada com soluções inovadoras e eficientes”, completa o diretor da DHL Supply Chain.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas