BIT, sigla utilizada para designar o Banco de Informações e Mapas de Transportes, é o setor responsável por administrar informações verbais e não-verbais sobre todas as modalidades de transportes no Brasil, ou seja, ele disponibiliza vídeos, imagens, mapas, entre outras informações digitais.

De responsabilidade da Secretaria de Política Nacional de Transportes (SPNT), ele foi idealizado pelo engenheiro Paulo Denys em junho de 1993 com o apoio do Secretário de Planejamento da época, Sebastião Cintra e do Coordenador de Políticas de Transportes, José Leopoldo Cunha e Silva.

A intenção deles era reunir informações sobre rodovias federais, ferrovias, hidrovias, portos marítimos, terminais hidroviários e aeroportos em um único mapa. Ele foi digitalizado em 95, ilustrando o projeto de lei nº 1.176 de 1995 referente ao Sistema Nacional de Viação, iniciando-se assim, no Ministério dos Transportes, a produção de trabalhos com auxílio dos mapas do BIT. E, somente em junho de 1997, o BIT começou a integrar a página do Ministério dos Transportes via WEB, facilitando o acesso para empresas e jovens interessados em seu conteúdo.

Segundo o próprio Ministério de Transportes, atualmente e através do site, CDs ou DVDs, o BIT “disponibiliza informações importantes sobre os modais de transporte no Brasil ao público externo como profissionais, estudantes e interessados na área. No âmbito interno do Ministério dos Transportes, auxilia os funcionários repassando informações para apresentações, estudos, palestras e seminários, além de confeccionar mapas temáticos por modal e mapas multimodais em diversos formatos”.

Atualmente, seguindo os avanços da tecnologia de Sistemas de Informações Geográficas (SIG ou GIS), o Banco de Informações e Mapas de Transporte passou a trabalhar também com informações georreferenciadas, ou seja, informações que têm ligações com os locais na superfície da terra. Assim, o BIT passou a possuir um banco de dados atualizado com informações georreferenciadas de demanda, oferta e custos, que é utilizado em modelagens, análises e visualização de dados espacialmente referenciados para solucionar problemas complexos de planejamento de transportes.


Saiba mais
Banco de Informações e Mapas de Transportes – BIT

Site Oficial do Ministério de Transportes

Colunistas Portogente, Edésio Elias Lopes em: "Mapas dinâmicos: cálculo de distâncias marítimas".

 

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente