O Terminal Portuário Privativo Miguel de Oliveira, na Bahia, é um empreendimento da Ford para escoar a sua produção de veículos. É mais popularmente conhecido como "Porto da Ford". Foi inaugurado em 31 de outubro de 2005, no Canal de Cotegipe, ligação entre a Baía de Todos os Santos e a Baía de Aratu, no município de Candeias.

O empreendimento tem papel essencial na logística de escoamento da produção do Complexo Industrial Ford Nordeste, localizado em Camaçari, a 35 quilômetros do Porto, servindo também para importação de veículos da Ford para todo o mercado brasileiro. Único porto privativo da Ford no mundo, o Terminal confere dinâmica, rapidez, eficiência e qualidade em suas operações. 

O Terminal possui sistema de rádio-frequência - que permite localizar veículos em segundos - câmeras de TV fixas e móveis e controle rigoroso dos acessos de visitantes nas áreas alfandegadas. O amplo pátio é de 119 mil metros quadrados. O atracadouro tem 195 metros de comprimento e a profundidade para receber embarcações varia de 12 a 14 metros. A largura do canal é de 26 metros. As operações de embarque e desembarque de veículos são feitas através de 10 baias dotadas de rampas, com a operação simultânea de até dez caminhões-cegonha.

Desde o início de 2010 o governo baiano passou a considerar a possibilidade de a Ford ceder o Porto de Ponta da Laje para se tornar um porto especializado em automóveis. A expansão da utilização do Terminal Portuário Miguel de Oliveira incluiria o uso pelo setor de energia eólica.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s