Executada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) desde o primeiro semestre de 2014, a implantação e pavimentação da BR-235 na Bahia representa um investimento na ordem de R$ 420 milhões. A obra facilitará o acesso e a integração do litoral sergipano a regiões densamente povoadas do interior do norte-nordeste brasileiro, a exemplo do pólo de Juazeiro-Petrolina, a 422 quilômetros da capital sergipana.

O trecho em obras da rodovia liga os estados de Sergipe à Pernambuco, passando pelos municípios baianos de Coronel João Sá, Pedro Alexandre, Jeremoabo, Canché, Canudos e Uauá até chegar a Juazeiro. Com a pavimentação da BR-235, o turismo histórico e ecológico deverá ser incrementado e a expectativa é de que cerca de 600 mil pessoas sejam beneficiadas diretamente com a obra. 

São quatro trechos em obra, totalizando 283,3 quilômetros de pavimentação. O primeiro, com 79,30 quilômetros de extensão, começa na divisa dos estados Bahia e Sergipe e vai até a cidade de Jeremoabo. O segundo, com 77,60 quilômetros, liga Jeremoabo a Canché. O lote 4, com 51 quilômetros, liga Uauá ao distrito de Pinhões. Já lote 5, com 75,40 quilômetros, liga o distrito de Pinhões à Juazeiro. O lote 3, de 75 quilômetros, encontra-se asfaltado e liga Canché a Uauá, passando por Canudos. 

Os serviços em execução obedecem aos preceitos do desenvolvimento sustentável e princípios estabelecidos na Política Ambiental do Ministério dos Transportes, bem como à legislação e normas ambientais vigentes. A BR-235 é uma rodovia transversal brasileira que atravessa os estados do Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Pernambuco, Sergipe e Bahia.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s