Brasília, mais precisamente a sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), nesta quarta-feira (13), foi palco de uma cena fora dos padrões normais na relação capital-trabalho. A ameaça representada pelas importações reuniu representantes da CNI, de centrais sindicais e de sindicatos de trabalhadores na busca de propostas para aumentar a competitividade da indústria nacional e evitar um processo de desindustrialização no país. Ficou acertado que trabalhadores e empresários levarão os problemas à presidenta Dilma Rousseff e pedirão a criação da Câmara da Industrialização, para combater a desindustrialização. Além disso, será feita uma mobilização para mostrar aos parlamentares as dificuldades enfrentadas pela indústria e os riscos que isso representa para o emprego.

Foto: José Paulo Lacerda

Da esquerda para a direita: deputados Sandro Mabel, Robson Braga
de Andrade (Presidente da CNI), Deputado Paulinho (Força Sindical), Vicentinho (CUT), Paulo Afonso (FIEMG), Paulo Afonso (CNI)
e Paulo Tigre (CNI).

“Constatamos aqui, hoje, que os nossos objetivos são os mesmos: fazer o Brasil avançar com empregos de melhor qualidade. Precisamos mostrar para a sociedade que estamos juntos”, disse o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, o anfritrião do encontro. Participaram também os deputados Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (PDT-SP), presidente da Força Sindical; Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT-SP); e Sandro Mabel (PR-GO).

“Vamos pedir ao presidente da Câmara, Marco Maia, a realização de uma comissão geral sobre a desindustrialização. Nesse dia, vamos fazer um abraço no Congresso, com trabalhadores e empresários juntos”, contou o deputado Sandro Mabel. “Também vamos propor um pacto contra a desindustrialização, identificando os projetos que estão na Câmara em defesa da indústria nacional e colocando todos na pauta de votação”, disse Paulinho.

Segundo o presidente da CNI, em dois meses, trabalhadores e empresários voltarão a se reunir para discutir a proposta de regulamentação da terceirização nos serviços públicos e privados, em análise na Câmara dos Deputados. “Vamos discutir esse assunto, tema proposto pelo deputado Paulinho”, informou Andrade.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s