A Infraero assinou contrato com o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes de Rondônia (DER-RO) para elaboração de estudos e projetos para construção de um terminal de passageiros (TPS) no Aeroporto de Ji-Paraná – José Coleto, em Rondônia.

Gov Rondônia Paulo SérgioCrétido: Divulgação | Infraero.

Os projetos a serem elaborados incluem terminal de passageiros, central de utilidades e depósito de resíduos sólidos; ajustes do sistema viário de acesso ao TPS; estacionamento de veículos, entre outros itens, e deverá seguir a metodologia BIM (Building Information Modelling) de gestão de projetos.

O contrato com o DER-RO prevê a entrega de três produtos: Estudos de Campo, Projeto de Infraestrutura e Projeto das Edificações. O prazo para execução e conclusão dos projetos é de 210 dias corridos, contados a partir da emissão da Ordem de Serviço.

"Para a Infraero, é uma satisfação participar do desenvolvimento da aviação regional no Estado de Rondônia. Nossa equipe especializada tem grande experiência em modelagem de terminais de passageiros e, com certeza, entregará um projeto de alta qualidade para o Aeroporto de Ji-Paraná", afirma o superintendente de Engenharia da Infraero, Bruno Velloso.

O diretor-geral do DER, Elias Rezende, ressalta que o Governo de Rondônia trabalha diariamente para melhorar a infraestrutura dos aeroportos do Estado. "Além dos diversos investimentos já realizados no Aeroporto de Ji-Paraná, agora focamos em construir um novo e moderno terminal para a população da região. O Governador Marcos Rocha determinou que o projeto seja elaborado por uma empresa especializada no ramo, um projeto completo e seguro para a população. Investir em melhorias, tecnologia e equipamentos para os aeroportos é uma missão gratificante. Sabemos que os aeroportos fomentam o progresso do Estado, facilitando o deslocamento de quem precisa viajar a negócios ou passeio", finalizou.

Infraero – Prestadora de Serviços

A Companhia tem 48 anos e atua como braço executor de políticas públicas para a aviação civil, com a finalidade de implantar, administrar, operar e explorar industrial e comercialmente a infraestrutura aeroportuária. Sua rede é composta, atualmente, por 26 aeroportos, incluindo os leiloados em abril de 2021, além de 6 contratos de gestão e operação junto a Estados e Municípios.

A Empresa tem presença nacional e expertise consolidada para oferecer serviços de ponta-a-ponta da infraestrutura aeroportuária, ou seja, desde o projeto, passando pela obra de engenharia, manutenção, gestão e a própria operação, além de oferecer treinamento técnico e o desenvolvimento de soluções digitais.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente