Empresa que faz parte do Grupo Pão de Açúcar estreou em março no mercado de capitais

PubliEditorial 28ABR2021Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/carrinho-de-compras-zincado-zinco-3980067/

Seguindo o ritmo de 2020, este ano promete ser mais um ano de novas oportunidades na Bolsa de Valores. A Rede Atacadista Assaí, que faz parte do Pão Açúcar, entrou no mercado financeiro com a sigla ASAI3 na segunda-feira, dia 1 de março. As ações começaram valendo R$ 14,69 e até o fim do pregão atingiram R$ 71,40 - o que representa um aumento de mais de 385%.

Por sua vez, o Grupo Pão de Açúcar perdeu parte do valor e chegou a ser cotado a R$ 23. Porém, esse movimento já era esperado, porque a companhia se dividiu em duas. A partir de agora, a empresa de atacado passará a ser a 178º listada no Novo Mercado, o que representa um segmento com elevado padrão de governança corporativa.

Por que o mercado está otimista com o Atacadista Assaí?
Apesar de haver uma maior movimentação com a entrada de empresas na B3, não são todas que empolgam o mercado e os investidores, como a rede Atacadista Assaí. No entanto, o fato de ela fazer parte de um grupo maior já é um dos pontos favoráveis.

Vale notar ainda que o valor inicial das ações do Assaí foram definidos pelo peso no capital que ela possuía do Grupo Pão de Açúcar (17,7%). Ou seja, ao dividir as companhias, o Assaí passou a valer 17,7% dos papéis PCAR3 - cerca de R$14,69. Na sexta-feira, o PCAR3 valia R$ 83.

Por conta do desmembramento, o Pão de Açúcar deixou de valer uma parte significativa, o que fez com que as ações caíssem, como análise feita pelo Estadão. Isso não significa que os ativos permanecerão em queda, tampouco que irão crescer no curto prazo, até porque se trata de um investimento de renda variável.

Além disso, parte dos investidores pode ter aproveitado a oportunidade para se desfazer das ações que tinha do Pão de Açúcar para ficar com as que possuem maior chance de crescimento, ou seja, o Atacadista Assaí. Recentemente, a rede varejista apresentou diversos números positivos ao mercado.

PubliEditorial 28ABR2021 2Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/ecommerce-compras-carrinho-comprar-3530785/

Resistência do atacarejo
Enquanto diversos setores e empresas enfrentavam uma grande crise no ano passado, o atacarejo se mostrava resistente. No primeiro trimestre de 2020, o Atacadista Assaí teve um aumento de 24% nas vendas.

Parte desse resultado se deve ao foco da empresa que é oferecer preços baixos. Em meio a um momento em que os consumidores precisam mais do que nunca economizar, a rede se mostra como uma alternativa - não apenas para o abastecimento de mercados.

Como é possível ver no folheto do Assaí, os preços costumam ser bem mais atrativos. Meio kilo de café, por exemplo, pode ser encontrado por menos de R$ 7, enquanto em outros lugares, o mesmo produto sai por mais de R$10.

Projetos futuros
Além de estar em um mercado consolidado, o Assaí tem planejamento para a carreira solo que fará a partir de agora. Um desses projetos consiste em atuar no atacado de distribuição - que o concorrente Atacadão já está.

A empresa pretende ainda abrir mais 28 lojas até o final do ano e manter o ritmo de mais de 25 unidades até 2023, como antecipou aqui o Money Times. Atualmente, a Rede Atacadista Assaí está presente em 23 estados e no Distrito Federal.

Como se percebe, esta parece ser apenas o começo de uma nova história para o Atacadista Assaí, o Pão de Açúcar e todo o mercado. Embora não seja possível prever como os investimentos irão reagir, se os planos da companhia se concretizarem, os investidores poderão colher os frutos no longo prazo.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente