O Centro de Pesquisa em Genômica para Mudanças Climáticas (GCCRC), parceria entre a Embrapa e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) está selecionando candidatos para uma vaga de pós-doutorado em Genética e Biotecnologia de Plantas e para uma vaga como cientista de dados ou bioinformata na área de Microbioma de Plantas. As bolsas são oferecidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), órgão que financia o GCCRC por meio do programa Centros de Pesquisa em Engenharia.

Unicamp EmbrepaO GCCRC busca desenvolver tecnologias para aumentar a tolerância das plantas aos estresses
impostos pelas mudanças climáticas - Foto: Lilian Alves/Embrapa.

Localizado no campus da Unicamp, em Campinas, o GCCRC busca desenvolver tecnologias para aumentar a tolerância das plantas aos estresses impostos pelas mudanças climáticas globais. Sua plataforma de pesquisa envolve ferramentas de bioinformática, edição gênica, transformação, microbioma, fenotipagem, propriedade intelectual e assuntos regulatórios. A equipe técnica do Centro é integrada por pesquisadores da Unicamp e da Embrapa Informática Agropecuária.

Vaga para pós-doutorado em Genética e Biotecnologia de Plantas

O(a) candidato(a) a pós-doutorado fará parte do time de Plant Genetics, trabalhando na otimização de protocolos de transformação da planta herbácea Arabidopsis, com a responsabilidade de desenvolver novos processos e tecnologias em transformação para acelerar o processo e permitir ganhos de escala.

Os requisitos são: possuir doutorado, com experiência sólida em transformação genética vegetal, sobretudo com transformação e crescimento de Arabidopsis. É desejável experiência com cultura de tecidos e transformação de plantas; no crescimento de plantas e condução, avaliação e análise de experimentos em casa de vegetação e campo; e ainda experiência anterior com milho; além de possuir nível avançado de inglês e excelente organização, comunicação e trabalho em equipe.

Para se candidatar à vaga, é preciso inscrever-se pelo site do GCCRC e enviar, até 16 de abril, currículo, carta de apresentação, duas cartas de recomendação e duas indicações de referências. A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros e a bolsa de Pós-Doutorado da Fapesp é de R$ 7.373,10 mensais, mais Reserva Técnica equivalente a 10% do valor anual da bolsa para outras despesas diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Vaga para cientista de dado e/ou bioinformata na área de Microbioma de Plantas

O GCCRC está buscando um(a) cientista de dados ou bioinformata experiente e criativo(a) na área de microbioma de plantas, para desenvolver pipelines de bioinformática na investigação de genomas, metagenomas e metatranscriptomas e, assim, desvendar novos mecanismos relacionados à interação planta–microrganismo em ambientes naturais submetidos a condições hídricas e nutricionais estressantes.

O valor dessa bolsa é de R$ 7.372,40 (modalidade TT5 Fapesp), por aproximadamente 2 anos. O prazo de inscrição vai até 23 de abril. São qualificações desejáveis: graduação ou pós-graduação, com pelo menos 5 anos de experiência sólida em programação e análise de dados de bioinformática; prática em análise de dados gerados em plataformas de sequenciamento de larga escala (Illumina, Nanopore, Pacbio etc.); experiência na análise de dados de microbioma, como sequenciamento 16S/ITS, montagem e anotação de genomas, metagenomas ou (meta)-transcriptomas etc.

Também é desejável experiência com computação de alto desempenho, aprendizado de máquina, visualização de dados e gerenciamento de big data; grande capacidade de organização, habilidades de comunicação e domínio de inglês. Para concorrer à vaga, é necessário inscrever-se para a posição "Bioinformatics Microbiome" pelo site do GCCRC e enviar carta de apresentação, currículo e carta de recomendação. No site da Fapesp há mais informações sobre perfil e condições da bolsa. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente