Companhia é a parceira oficial de logística da F1, com frete aéreo, marítimo e terrestre. O transporte é realizado para carros, pneus, combustível, peças sobressalentes e até equipamentos de imprensa

Você já pensou como os carros e todos os equipamentos da Fórmula 1 são transportados pelos 21 Grands Prix, realizados em cinco continentes por nove meses? Para isso, a mais popular modalidade automobilística do mundo conta com a parceria logística da DHL, líder mundial de transporte expresso e logística, que também premiará o piloto que atingir a volta mais rápida.

DHL carga

Para a temporada de 2019 - que começou em 17 de março em Melbourne, Austrália, e terminará em 1º de dezembro, em Abu Dhabi, Dubai - a DHL transportará 660 toneladas por meio de 747 Boeings (um total de 131.995 km) e 500 toneladas pelo mar, o que equivale ao peso de 165 elefantes!

E quando se olha no detalhe, os números são igualmente impressionantes: média de 40 a 50 toneladas por equipe da Fórmula 1, incluindo 10 mil quilos de equipamentos eletrônicos; mais de 30 contêineres de equipamentos de hospitalidade e 150 mil quilos de equipamentos de imprensa.

"Como parceiro oficial de logística da Fórmula 1, transportamos internacionalmente carros de corrida, motores, pneus, peças sobressalentes, combustível especial para corridas, materiais para a área vip de hospitalidade e equipamentos das equipes gerais e da imprensa, conforme as regulações vigentes para os produtos. Isso é possível porque temos uma equipe dedicada e ágil, além da experiência de 35 anos em logística internacional complexa e de tempo crítico em esportes a motor", diz Patricia Starling, diretora comercial e Marketing da DHL Express.

Essa organização e expertise de mercado possibilitam, por exemplo, que a DHL entregue peças novas, como a asa dianteira e a parte inferior da carroceria, a tempo da qualificação, graças aos voos expressos que realizam entregas dentro de 24 horas. "Elas são acompanhadas por um courier durante toda a viagem, que também facilita o caminho pela alfândega e organiza a transferência, de helicóptero ou moto, direto ao paddock da F1, se necessário", conta Starling.

Um dos focos da competição para os próximos anos será ampliar as ações de sustentabilidade, pensando em reduzir cada vez mais os impactos do esporte para o meio ambiente. Para isso, os motores estão sendo aprimorados, além do desenvolvimento de novas tecnologias e de combustíveis mais eficientes, ações que dialogam diretamente com o DNA da DHL. "Nossas entregas expressas diárias já são feitas com essa mesmo finalidade e temos veículos tri combustíveis, bicicletas e até mesmo couriers a pé. Saber que este também é o objetivo da F1 reforça ainda mais nossa sinergia", completa a executiva.

DHL no Fan Festival

Além de patrocinar a F1 e conceder um prêmio para o piloto que fizer a volta mais rápida na competição, a DHL também marcou presença no Fan Festival, realizado no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 9 de novembro, em homenagem a Ayrton Senna, piloto tricampeão da Fórmula 1.

Quem passou pela área da companhia no festival, pode usar gratuitamente os simuladores de corrida para testar as habilidades automobilísticas e experimentar um pouco da adrenalina que os pilotos têm quando estão na F1.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s