Ao mesmo tempo que o mundo está cada vez mais poluído, há mais e mais pessoas se tornando conscientes da necessidade de viver uma vida mais ecológica e mais sustentável. Há vários hábitos que podem ser tomados para isso dentro e fora de casa. Fora de casa, são várias as pessoas que levam suas próprias sacolas de pano na hora de fazer compras evitando as sacolas plásticas, ou seus próprios copos e garrafas de água, para evitar usar produtos descartáveis, por exemplo. Dentro de casa são várias as soluções.

sustentabilidade sociedade
Ilustração: Rilsonav/Pixabay

Leia também
* A sustentabilidade dos nossos portos
* O futuro da logística está no cliente e na sustentabilidade

O banheiro é um dos espaços que mais se gasta água por exemplo, um dos recursos que mais tem sofrido com a poluição. Quando se pensa em banheiro ecologicamente correto se pensa em banheiros que não mandam dejetos para o esgoto da forma tradicional, principalmente, já que esta é uma das maiores formas que polui o meio ambiente. Pensando nisso, há um segmento da arquitetura, chamada de arquitetura sustentável que visa utilizar os recursos naturais, tal como a água de uma forma mais consciente evitando quaisquer desperdícios. Antes de mais nada, para criar banheiro ecologicamente correto é preciso buscar por empresas que tenham em sua missão a preservação do meio ambiente, são essas empresas que vão fornecer todos os materiais necessárias para a construção deste banheiro.

O banheiro precisa ser planejado de forma a reduzir o uso de energia (a qual também usa água para a sua produção), valorizando a iluminação natural e otimizar o aproveitamento de água e reduzir a eliminação de resíduos. O arquiteto ou arquiteta responsável pelo projeto vai promover soluções para os problemas que podem surgir deixando o ambiente super funcional e sustentável. Para isso já existem tijolos sustentáveis, tintas ecológicas, madeira de reflorestamento e ecoplacas de cortiça e gesso entre outros.

Além disso, já há tanto torneiras como chuveiros com temporizador para limitar o tempo de vazão, que são equipamentos importantes para economizar água. Outras formas são os hábitos pessoais: utilizando lâmpadas de LED que economizam mais energia do que as normais, evitar usar produtos de limpeza com cloro ou amônia, os quais poluem a água, e também não usar maquiagens com glitter, por exemplo, o qual é um plástico e que vem poluindo água em altos níveis e praticamente não se nota.

Por fim, há também uma privada ecológica, a qual ainda não é tão popular, mas se tornará nos próximos anos. Esta privada apresenta um sistema de tratamento que produz fertilizante e eletricidade, é autossuficiente em água e não polui. Esta privada tem dois compartimentos uma para dejetos líquidos e para dejetos sólidos. A privada ecológica funciona com sucção a vácuo, bem-parecida à tecnologia utilizada em aviões.

Ou seja, ter um banheiro ecologicamente correto é uma escolha pessoal, a qual envolvem tantos os hábitos como também uma arquitetura exclusiva para isso. É fundamental ter consciência para quaisquer desperdícios, evitando desperdiçar principalmente a água. Investir em uma arquitetura mais sustentável é também uma excelente forma de economizar fazendo bem tanto para o meio ambiente como também para o bolso.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s