Entre as inúmeras obras bancadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Lula está a revitalização da indústria naval brasileira, sob responsabilidade do Ministério dos Transportes. Diversas empresas brasileiras estão sendo beneficiadas com o financiamento do Fundo de Marinha Mercante para a construção de unidades industriais de construção naval.

 

O Governo Federal está priorizando, publicamente, a ampliação de quatro estaleiros, três deles no estado do Rio de Janeiro. São eles: Renave e McLaren, em Niterói (RJ), Aker Promar, em Quissamã (RJ), e TWB, em Navegantes (SC). E dois estaleiros de grande porte - Atlântico Sul, em Suape (PE), e Navship, em Navegantes - já estão em construção.

 


Confira a quantidade de embarcações e estaleiros projetados

pelo programa de modernização da Marinha Mercante

 

A meta do PAC é concluir essas obras e a construção de 89 embarcações até o final de 2010, data que marca também o final do período de oito anos do presidente Lula à frente do País. O legado viria por meio do investimento de R$ 8 milhões, aplicados desde o início deste incentivo à indústria naval, em 2007.

 

Trinta e quatro dessas embarcações já foram construídas. As regiões Sul e Sudeste concentram a maior parte da produção, com 24 embarcações finalizadas, sendo 12 delas em Santa Catarina. Os outros dez navios foram projetados no estado do Amazonas.

 

 
Estados do Sul e do Sudeste concentram grande

parte da produção de embarcações no País

 

A intenção do Governo Federal ao ampliar os quatro estaleiros priorizados é dotar a indústria naval de capacidade de executar a construção das embarcações. A demanda do transporte marítimo nacional é cada vez maior e necessita desse esforço intensivo. R$ 2,3 bilhões já foram destinados, divididos na construção de 52 navios de apoio portuário, 29 de carga, quatro de passageiros, dois de pescas e os dois estaleiros citados acima. Já foi aprovada, também, e será priorizada a execução de mais 103 embarcações de carga, 44 de apoio portuário e seis de pesca, projetando mais R$ 3,2 bilhões de financiamento por parte do Poder Público.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website