Para fazer tornar bem real a letra da Lei de Modernização dos Portos e estimular o progresso do Porto de Santos, a Codesp precisa perceber a importância de incluir no seu planejamento o esforço institucional para promover o entrosamento de todos os trabalhadores do porto. Esse planejamento se justifica de maneira clara, ao se levar em conta que entre as quase cem empresas operadoras do porto, há algumas com mais de mil funcionários, número este que corresponde ao quadro atual de pessoal da Autoridade Portuária.

Harmonizar e entrosar  essa nova força de trabalho, que se pretende homogênea como comunidade,  no espírito do programa de crescimento do porto é um modo adequado de buscar eficiência, segurança e respeito ao meio ambiente, propugnados pela Lei. As Olimpíadas de 2008 na China, foi um exemplo vivo do que o espírito esportivo pode contribuir para o espírito de harmonia e paz.

Dispensa comentários a miopia expressa no fato de a Codesp não ter apoiado os II Jogos Portuários, organizados pelo PortoGente, evento que reúne trabalhadores dessas empresas do porto, para disputar com alegria e fraternidade  diversas modalidades de esporte.

Mas é importante alertar para a importância dessa participação e que ela possa se iniciar no próximo ano, na terceira edição desses jogos (nunca é tarde para começar). Fazer parcerias será uma tentativa da Autoridade Portuária experimentar novas fórmulas  na modelagem de uma empresa moderna e facilitar sua missão de ser um porto eficiente.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website