Em vez de opiniões peremptórias é melhor para a democracia contar com líderes e seguidores de índole! “persuadível” (Hirschman)

A filiação do presidente Jair Bolsonaro ao Partido Liberal – PL, nesta terça-feira, 30, vai promover mais interlocução com as comunidades portuárias e alterar o rumo do programa de desestatização dos portos. O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, político mediador, tem experiência como diretor do influente Porto de Santos. O ministro Tarcísio Gomes de Freitas, como candidato, desincompatibiliza-se, no dia 2/4/22, do ministério da Infraestrutura - Minfra.

Dad 05NOV2019

Leia também
Ministro Tarcísio candidato ao governo de São Paulo - Portogente

Valdemar, filho de ex-prefeito de Mogi das Cruzes, falecido, tem uma vida ligada à política. A bancada do seu partido é a terceira maior do congresso. O PL ao assumir a liderança do Minfra irá ampliar a negociação da modelagem dos portos, uma condição definitiva para um projeto que envolve inúmeros e complexos interesses. Assim, aumenta o entendimento e reverte a insegurança que se assiste no âmbito das comunidades portuárias.

Leia também
Valdemar Costa Neto para dar rumo ao Porto de Santos - Portogente

O programa em curso, tratado com amadorismo político e visão técnica insuficiente da realidade portuária, é insucesso anunciado. Daqui para frente, a nova conjuntura parece confirmar que Deus é brasileiro. Historicamente, porto eficiente é um fator essencial para a economia de um País. Além disso, o principal porto do programa de desestatização, o de Santos, é paulista, a terra do Valdemar.

Leia também
Projeto do túnel pode ocorrer independente da desestatização do Porto de Santos - Portogente

A proposta do Portogente, Santos2050 é um modelo inédito no mundo, como convém aos portos brasileiros. Cabe um debate que até agora foi evitado, sem justificativa. Diz respeito à discussão detalhada do modelo de contrato suporte, para a transferência das responsabilidades e receitas de uma estatal para o setor privado, de forma a obrigar uma política desenvolvimentista focada no futuro da sociedade. Isto chama-se inovar com visão estadista.

Leia também
Santos2050: um projeto para mais de US$ 25 bilhões - Portogente

Uma reforma de um porto, da envergadura do Porto de Santos e que inspira a dos demais portos, exige inovação e robustas concepções, que incorporem e utilizem com eficácia as novas tecnologias que transitam e operam por terra, mar e Internet, no comércio do planeta. Muito além dos limites de uma secretaria de estado, trata-se de um projeto no qual a sociedade é protagonista.

Leia também
Porto de Itajaí exige tratamento isonômico do MInfra - Portogente

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é a opinião do Portogente

O que você achou? Comente