Na próxima semana, a terceira conferência anual da Qualcomm Technology Summit Summit acontecerá em Mauí, no Hawaii e promete ser a primeira e a maior estreia pública de 5G antes do lançamento do novo padrão de celular nos EUA. Há dinheiro e tecnologia séria em jogo. Trata-se da quinta geração de telefones móveis.

5G

A estrela desse seminário será a AT&T lançando celular 5G NR, em 12 cidades até o final de 2018, poucas semanas a partir de hoje. Mas, apesar desse fato - e uma variedade de promessas, marcos e demonstrações pontuais de outras operadoras que planejam lançar já no início de 2019 - ainda não temos uma ideia clara do que o 5G realmente oferecerá. Poucos jornalistas tocaram um dispositivo 5G.

Entretanto, a Qualcomm tem consciência de que precisa fazer as pessoas acreditarem que o 5G é significativamente melhor do que as conexões de celular que já temos atualmente. O aumento de velocidade do 4G para o 5G promete ser bastante significativo. De acordo com a FCC, o órgão norte-americano que funciona mais ou menos de acordo com a Anatel aqui no Brasil, a próxima geração de internet sem fio deve ser tão boa quanto a tecnologia atual de fibra.

Atualmente, a velocidade de transferência do 4G LTE chega a 1 gigabit por segundo (Gbps), sendo que o consumidor normalmente não chega a ter nada perto disso. No 5G, não está claro ainda qual será a velocidade para o consumidor, mas a expectativa é de que seja algo acima de 10 Gbps. O padrão ideal a ser alcançado pelo 5G é o de 20 Gbps, o suficiente para baixar um filme em alta definição em 10 segundos.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s