Pouca gente sabe que a dinamarquesa LM Wind Power tem o recorde de fabricação da maior pá eólica do mundo, para a geração de energia por meio de turbinas de vento. Com 88,4 m de comprimento – quase a extensão de duas piscinas olímpicas –, a área de varredura dessa lâmina cobriria o Coliseu de Roma. O rotor que ela move é gigantesco. No Brasil, a sua filial está instalada no Porto de Suape, em Pernambuco.

Pá eólicaA escala dessas mega turbinas eólicas é de tirar o fôlego. Foto: LM Wind Power.

Uma única turbina deste tamanho, com 260m de altura, poderia produzir eletricidade suficiente para abastecer 16.000 residências. Em apenas alguns anos, essas pás poderão ser superadas pelo próximo projeto da empresa - pás de 107m de comprimento. A LM Wind Power é de propriedade da empresa global de engenharia General Electric (GE), e anunciou em março que espera desenvolver uma turbina eólica gigante de 12MW (megawatt) até o ano 2020.

Em projeto de turbinas eólicas é muito importante o tamanho das pás. Elas capturam mais vento e em altitudes maiores, onde tem mais vento e aumenta a produção de energia. Em vez de metal que é pesado, eles utilizam uma mistura de fibras de carbono e de vidro. Essas turbinas gigantes são instaladas no meio do oceano, sem interferir no urbano e com vento mais forte. Por isso, estão sendo projetados parques eólicos a muitos quilômetros da terra. O vento nessas regiões produzem energia mais barata do que a nuclear.

Um limitante para esses parques eólicos oceânicos são os custos das fundações das estruturas que suportam as torres das turbinas. Mas, para se ter idéia da grandeza desse projeto, um parque desse alimenta de energia o Reino Unido (Inglaterra).

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s