A mudança é a única constante (Yuval N. Harari).

CONCEITO


Hoje, quem movimenta mercadorias precisa ter conhecimento das diversas possibilidades de utilizar Condomínios Logísticos, com visão para estruturar a sua melhor estratégia. Esse conceito aplicado sob muitos aspectos da distribuição física – a carga da origem ao destino - na nova ordem tecnológica, atende às inúmeras necessidades e demandas. Assim, otimiza a competitividade do produto ou serviço.

Condomínios Logísticos são estruturas imobiliárias: galpões cobertos e planejados utilizados como grandes centros de armazenagem e distribuição. Flexíveis, ajustam-se às características e exigências das estratégias competitivas de operadores logísticos, transportadores e donos de mercadorias.

Na hora de decidir qual o melhor Condomínio Logístico para agilizar a sua logística, o cliente leva em conta atributos, como: localização, infraestrutura física – logística e administrativa -, serviços de apoio, incentivos fiscais, facilidades para adaptar instalações às condições operacionais desejadas e segurança.

O modelo de Condomínios Logísticos no Brasil, como distribuição física, consolida a estratégia logística com a de negócios. Assim, fomenta o seu crescimento estrutural de forma moderna, pela captação de investimento no mercado, gera oportunidades de qualidade e atrai investidores conservadores.

Os melhores critérios para escolher Condomínios Logísticos
Condomínios Logísticos - Portogente

TIPOS

Assim, ora temos 6 tipos de condomínio logístico: monousuário, flex, armazém, cross-docking, misto e plug & play.

Entretanto, como propõe a mestre em engenharia Maria Jackeline Chavarria Mora: “a partir do conjunto de atributos de qualidade oferecidos aos usuários é possível enquadrar empreendimento deste segmento em classes específicas que permitam o mercado fazer uma leitura sem viés do padrão de qualidade dos empreendimentos em oferta, a exemplo do que já é utilizado em outros segmentos de empreendimentos de Base Imobiliária no Brasil” (Dissertação/2016-Poli/USP).

Visto que a logística utiliza variedades de soluções, a exemplo da carga consolidada formada por vários pedidos completos de clientes e transportadas por um só transportador, a movimentação final, de menor escala, justifica a necessária flexibilidade da instalação.

 

PADRÃO

Dessa forma, os Condomínios Logísticos, cada vez mais, estão sendo classificados segundo padrões de qualidade, hoje já utilizados no ramo imobiliário e que veem sendo adequados a este setor, abrangendo o atributo logístico.

Poucos mercados têm crescido como o de Condomínios Logísticos de alto padrão, especialmente aqueles dedicados ao e-commerce. Uma tendência que também refletirá o crescimento das mercadorias movimentadas nos portos e aeroportos.

 

ESCALA

Em consequência da escala num crescendo dos transportes marítimos e aéreos, as movimentações de mercadorias nos portos e aeroportos irão aumentar. Entretanto, como são pontos de passagem e transição do mar e ar para a terra e vice-versa, as mercadorias devem permanecer nesses locais o minimamente necessário.

O contemporâneo e-commerce cresce, cada vez mais, cruzando fronteiras como o sinal da Internet. Tecnologia da informação e da embalagem agilizam os fluxos, que alcançam origens e destinos mais distantes, seguros e pontualidade, com mais competitividade logística.

Essa nova cultura, para otimizar o trabalho necessário para transportar e posicionar o estoque ao longo de uma cadeia de suprimentos, é um processo contínuo de organização e movimentação, num crescendo. Reflexo do crescimento populacional e da inserção social.

 

FATORES COMPETITIVOS

Basicamente, falar de competitividade é focar na satisfação do cliente receber o que lhe foi prometido, de modo que o serviço prestado seja exclusivo e relevante. Daí a importância da entrega com inteireza de qualidade, no tempo aprazado e no menor custo, nesta ordem.

A esses fatores convém acrescer que clientes são diferentes. Entretanto, estamos falando da qualidade de serviço prestado pelo Condomínio Logístico, que deve manter a generalidade dessa qualidade como exclusividade do seu padrão de serviço.

No contexto holístico e interativo do fornecedor, com a produção, distribuição e consumidor, o papel Just- In-Time do Condomínio Logístico, otimiza o tempo de produção, diminui o estoque, agiliza a entrega, com redução de custo total.

 

TECNOLOGIA

A tecnologia Blockchain e a cloud computing (computação em nuvem), com 5G, é um exemplo da realidade digital que vai fazer mais ágil e abrangente as operações dos Condomínios Logísticos. Trata-se de uma estrutura de conexão global da logística porta-a-porta, atravessando céus, oceanos e territórios, para aumentar eficiência e reduzir custos.

Esse avanço tecnológico vai fazer as diferenças maiores do que parecem. A tecnologia da informação, com a Inteligência Artificial (IA) e a robótica serão o parâmetro de agilidade da logística que movimenta mercadorias e pessoas no comércio e turismo internacionais.

 

ESTRUTURA DE APOIO

Por vezes, o dono da mercadoria estará literalmente instalado no Condomínio Logístico junto com a sua carga. Estrutura de escritório e todo apoio necessário, do restaurante ao estacionamento, é um padrão incorporado aos Condomínios Logísticos.

 

REAL ESTATE

Como empreendimento imobiliário, a estrutura dos Condomínios Logísticos tem seu desenvolvimento fomentado por dois fatores: como solução às demandas logísticas de espaço especializado e a estrutura com vocação para negócio de base imobiliária. Neste caso, um atrativo robusto de investidores conservadores e fomentador de desenvolvimento dinâmico do setor, em todo território nacional.

 

FEIRA CONDOMÍNIOS LOGÍSTICOS FAIR

CondLogFair é a praça online onde Condomínios Logísticos são tema de um debate em 360°. Aberta a todos os segmentos dessa logística contemporânea, na missão de fazer a logística mais ágil.

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente