Verificar frequentemente quais roupas e calçados você ainda usa e doar aqueles que não são mais úteis, além de investir em organizadores e capas para proteger peças delicadas, são algumas dicas essenciais.

É segunda-feira, você acordou atrasado e precisa se vestir em cinco minutos para chegar ao trabalho. Você salta da cama e é engolido por roupas que estavam empilhadas no seu armário.

Essa é uma situação recorrente para quem não mantém o guarda-roupa minimamente organizado. Basta apenas alguns dias sem dobrar e organizar roupas, calcinhas e biquínis para que o armário fique uma completa bagunça.

Por isso, se você não aguenta mais chegar atrasado nos compromissos porque gasta bastante tempo demais para montar um look adequado para a ocasião, veja algumas dicas do que fazer para manter seu armário organizado.

Limpe com regularidade

Uma dica de ouro é limpar o armário com regularidade. Aqui, isso não se refere somente a tirar a poeira com um pano levemente úmido, mas também verificar quais roupas não são mais usadas e enviá-las para adoção.

É importante doar apenas itens que estão em boas condições de uso. Uma boa regra na hora de avaliar se vale a pena doar ou descartar é pensar se você usaria aquela peça se a recebesse de alguém. Se a resposta for negativa, apenas se desapegue e jogue fora.

Proteja peças delicadas

Outra dica valiosa é utilizar capas para proteger peças mais sofisticadas e de tecidos finos, como seda e crepe. Se o seu guarda-roupa estiver lotado, priorize armazená-las no maior espaço disponível, para que não fiquem com a barra dobrada.

Se o armário é pequeno, dobre as peças ao meio, pela cintura, em cabides que não vão deixá-las escorregar, como os de veludo, por exemplo. Também é recomendado armazenar esses itens juntos, em uma área mais tranquila do guarda-roupa, o que ajuda a conservá-los por mais tempo.

Outro fator que parece um mero detalhe, mas faz uma boa diferença não só na questão visual, mas também na organização das peças, é padronizar os cabides. Para roupas formais, como ternos, casacos e cintos, vale apostar em produtos específicos.

Use organizadores

Um acessório simples e fundamental para quem deseja manter o armário em ordem é o organizador. Alguns exemplos desse objeto são caixas, cestos e colmeias, nas quais é possível armazenar lenços e gravatas, além de meias, peças íntimas e acessórios, como bonés e chapéus.

Uma boa opção é optar por caixas transparentes, com pequenos orifícios, para permitir a circulação de ar, evitando que a roupa fique com mofo e mau cheiro. Os sacos plásticos também são indicados para as peças que permanecerem na parte superior do armário.

Crie categorias

Existem vários sistemas para te ajudar a organizar o seu armário, como separar os itens por tecidos, tipos de roupas, estampas, cores e tamanho. Outros dois critérios bastante práticos são a frequência de uso e a estação.

A cada mudança da estação, reorganize os itens no seu armário de modo que as peças que vão ser mais usadas sejam facilmente acessadas. O mesmo vale para aquelas roupas que você usa toda semana. As que são usadas esporadicamente podem permanecer nas partes superiores.

Mochilas e malas de viagem devem ser deixadas nas partes mais altas dos armários. Uma ótima dica é guardar as menores dentro das maiores, o que evita bagunça e economiza espaço.

Organizar armários exige disposição, mas não adianta fazer aquela faxina e não manter a organização no dia a dia. Por isso, busque guardar as roupas usadas assim que chegar em casa, sem deixar os sapatos espalhados pelo cômodo. Manter os espaços organizados te permite não só economizar tempo, mas também sentir que está fazendo um trabalho bem feito.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente