Refrescantes e gostosos, os coquetéis podem ser a base de sobremesas tradicionais.

Para alegrar o happy hour, ajudar a relaxar, fazer um brinde e refrescar, os drinques saborizados são das melhores pedidas para o verão. Os coquetéis com sabor de frutas podem ser feitos com ou sem álcool para serem apreciados a qualquer momento do dia.

Outra pedida muito interessante é lançar mão das receitas tradicionais para
preparar deliciosas sobremesas que vão surpreender quem provar.
Confira, a seguir, algumas ideias de receitas inspiradas em drinques clássicos e cheios de sabor.

Brigadeiro de caipirinha

Ingredientes
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de margarina sem sal
50 ml de cachaça
Açúcar cristal para empanar
Raspas de limão
1 colher de sopa de suco de limão-taiti

Modo de fazer
Leve ao fogo a margarina e o leite condensado. Mexa até dar ponto de brigadeiro (quando soltar do fundo da panela). Retire do fogo, adicione o limão e a cachaça, misturando bem. Deixe esfriar em um prato untado. Faça bolinhas e passe-as no açúcar cristal com raspas de limão.

Sorvete de espanhola

Ingredientes
1 litro de vinho tinto de mesa suave
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 xícara de chá de açúcar
1 colher de sopa de liga neutra                                                                             1 colher (sopa) de emulsificante                                                                          3 claras em neve                                                                                                     2 xícaras de chá de abacaxi picado                                                                     1 colher de sopa de liga neutra                                                                            1 colher de sopa de emulsificante

Modo de fazer
Numa panela, leve ao fogo baixo o abacaxi e o açúcar, mexendo por 15 minutos. Deixe esfriar e passe a calda em uma peneira, separando alguns pedaços do abacaxi.

No liquidificador, adicione a calda de abacaxi, o vinho e a liga neutra, batendo por cinco minutos. Leve a mistura ao congelador por duas horas e reserve. Bata as claras em neve até ficarem bem firmes. Adicione o leite condensado, o creme de leite, o emulsificante e a base de vinho retirada do congelador. Bata por 10 minutos ou até ficar bem fofo. Junte os pedaços de abacaxi cozido e leve ao congelador por mais quatro horas antes de servir.

Bolo piña colada

Ingredientes
200 ml de leite de coco
1 xícara de chá de açúcar
150 g de manteiga em temperatura ambiente
4 ovos
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher (rasa) de sopa de fermento em pó
100 g de abacaxi picado
1 xícara de chá de suco concentrado de abacaxi
50 ml de rum ou vodca sabor coco
Coco ralado para cobrir

Modo de fazer
Na batedeira, misture a manteiga e o açúcar até que forme um creme bem fofo. Junte os ovos um a um e bata até homogeneizar. Adicione a farinha, o fermento, o suco e bata até misturar bem. Desligue e junte o abacaxi picado, mexendo com uma colher para incorporar.

Despeje em uma forma redonda, preferencialmente de aro removível, untada e polvilhada, e leve para assar por, aproximadamente, 45 minutos ou até que, ao enfiar um palito de madeira, o mesmo saia limpo. Misture o leite de coco com o rum (ou vodca saborizada). Retire o bolo do forno, faça furinhos com o palito e, com a massa ainda quente, despeje a mistura de leite de coco e bebida alcoólica. Deixe esfriar, cubra com coco ralado, desenforme e sirva.

Mousse de maracujá alcoólico

Ingredientes
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
Suco da polpa de 6 maracujás frescos (ou 500ml de suco concentrado)
50 ml de vodca sabor maracujá

Modo de fazer
Bata a polpa do maracujá no liquidificador, peneire e reserve. Em seguida, bata no liquidificador o suco do maracujá fresco com o leite condensado e o creme de leite, até ficar cremoso. Adicione a vodca e bata mais um pouco. Despeje em tacinhas e leve para gelar por quatro horas antes de servir.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente