Para alguns empreendedores, o sucesso de um negócio se caracteriza em planejamento que visam simplesmente a obtenção de lucros cada vez mais significativos. Entretanto, na prática, a expansão comercial baseia-se em questões mais complexas, que envolvem dinâmicas pessoas e diversas ferramentas de gestão.

No atual cenário, a conexão humana, mais distante a cada dia, acabou se configurando em uma alternativa poderosa para a construção de identidades empresariais fortes e garantias de satisfação dos clientes.

Neste artigo, separamos alguns tópicos que precisam ser explorados durante a jornada empreendedora, e que são capazes de impulsionar qualquer empresa, dentro de sua área de atuação, para patamares mais elevados. Confira!

A conexão humana

Como dito nos parágrafos iniciais, a presença e conexão humana, quando bem exploradas, são elementos cruciais para o sucesso. O mundo atual é guiado cada vez mais pela tecnologia e suas comodidades isolantes, fator que desenvolve alienação e uma falsa sensação de independência pessoal.

Assim sendo, uma boa gestão deve perceber essa movimentação e aproveitar a essa mesma tecnologia para conhecer melhor os cliente e o público-alvo, mesmo que seja por intermédio de técnicas simples, como conversas e perguntas de satisfação.

Procure, então, investir em experiências pessoais capazes de integrar e conectar pessoas, fazendo com que elas se sintam parte de um movimento, aumentando o senso de pertencimento do grupo - eventos, lives, workshops e webinários são alguns ótimos exemplos.

Lembre-se, o mundo encontra-se em constante individualismo, e relacionamentos rápidos não são a resposta. Por isso, invista em um projeto mais extenso, de longo prazo.

Produção e valores

O principal atrativo de público concentra-se no conteúdo desenvolvido pela empresa, independente do tamanho ou setor de atuação. Dessa maneira, é indispensável que a produção esteja atrelada à cultura do negócio, que por sua vez reflete os valores que se deseja transmitir.

Quando mais fiel e consistente a mensagem - conectada com os valores expressos da companhia - maior será a identificação do público e, consequentemente, a marca ganhará relevância e autoridade no seu domínio.

Procure sempre incorporar inovações a esse ideal, buscando solucionar problemas e facilitar vidas, mas continue consistente a seus valores.

Foco e clareza

Para conseguir expandir o seu negócio é preciso focar em questões que sejam, de fato, relevantes para o planejamento empresarial. Pesquise sobre seu público e apresente como resposta às principais demandas ofertas especiais para os clientes, capazes de refletir, de maneira clara e concisa, as exigências do mercado.

A acessibilidade e transparência das informações certamente incentivarão a mensagem de marketing, auxiliando, assim, na fidelização de indivíduos que já conhecem a marca e de muitos que ainda não.

Certifique-se apenas de focar no processo de compreensão do mercado, buscando entender comportamentos, reivindicações e concorrentes, examinando cada elemento que compõe o todo, afinal, você precisa saber o que está acontecendo ao seu redor para, nos próximos passos, tomar decisões mais acertadas.

Integração

Em um mundo tomado pelo progresso tecnológico, as plataformas de cooperação entre físico e digital não podem ficar de fora. É preciso, então, desenvolver um corpo de trabalho absoluto, capaz de integrar, sem interferências e dificuldades, o analógico ao online.

Além dos necessários sistemas integrados de gestão empresarial (ERP, BI, CRM etc.), uma forte presença nas mídias e redes sociais podem ser uma ótima opção - no Instagram, por exemplo, é possível realizar eventos ao vivo com entrevistas, convidados, workshops e conferências. Apostar em uma ou duas redes, no máximo, já é o suficiente.

Adapte essa etapa à pesquisa de mercado mencionada anteriormente, sempre pensando como se adequar às constantes mudanças ocasionadas pelas novas técnicas, softwares e comportamentos.

Lembre-se: mais do que o lucro, é preciso se manter relevante, inovador e humano.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente