O Conselho Fiscal da Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (SOPH) apresentou à diretoria executiva e aos membros do Conselho Superior (Consup) o relatório das contas de 2019 do Porto Público de Porto Velho durante a 42ª reunião ordinária realizada na manhã desta quarta-feira (25) via videoconferência. A prestação de contas foi aprovada pelos conselheiros unanimemente sem ressalvas ou recomendações.

O diretor presidente da SOPH, Amadeu Hermes Santos da Cruz aproveitou a oportunidade para relembrar as ações implementadas ao longo do primeiro ano de gestão da atual diretoria. “É importante frisar que o Porto Público de Porto Velho é uma concessão federal para o Estado de Rondônia e que apesar de todas as perspectivas negativas, conseguimos manter as contas em dia e fazer ainda mais. Renegociamos dívidas, quitamos compromissos que estavam atrasados, sem a necessidade de aporte financeiro do Estado. Seguimos ainda com débitos previdenciários que poderão ser quitados em 2020, caso os grandes projetos previstos para este ano sejam concretizados. Geramos mais de 800 empregos diretos e indiretos e há muito a ser feito pelo Estado e pelo Governo Marcos Rocha”, afirmou.

Cumprindo a pauta da reunião, Amadeu Hermes propôs aos conselheiros que Fernando Cesar Ramos Parente, atual diretor Fiscalizações e Operações (DFO) da SOPH, assuma a presidência do Porto de Porto Velho em função do convite que recebeu para gerir a Companhia Rondoniense de Gás (Rongás). Propôs também o nome de Alfredo Jukio Miyamura Toshimitsu para assumir o DFO. Os conselheiros aprovaram ambos unanimemente.

Fernando agradeceu seu antecessor e falou dos projetos previstos para 2020. “O desafio permanece o mesmo desde a composição da primeira diretoria da atual gestão. Continuaremos viabilizando a implementação do planejamento estratégico já definido e aprovado. Para isso, prosseguiremos em busca de investidores demonstrando as vantagens de operar pelo Arco Norte, contribuindo para o crescimento e o desenvolvimento do Estado de Rondônia”, declarou o novo presidente.

O Consup é composto pelo diretor presidente da SOPH e pelos secretários da Casa Civil, do Departamento de Estradas de Rodagens, Infraestrutura, Serviços Públicos, Secretário Estadual da Fazenda, Secretário de Estado da Agricultura e Secretário de Estado do Desenvolvimento Ambiental, um representante da Autoridade Marinha e um representante patronal do setor portuário.

Texto:

Assessoria de Comunicação –

Rafaela Schuindt

Jornalista MTB 977/RO

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas

O que você achou? Comente