A Guarda Portuária do Rio de Janeiro ganhou uma nova estrutura de trabalho que eleva os níveis de segurança das instalações do Porto do Rio de Janeiro. Os investimentos da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) em tecnologia de segurança culminaram com a inauguração do moderno Centro de Comando e Controle de Segurança Portuária (CCCSP), na sexta-feira (dia 10), que contou com a presença de autoridades de segurança como o superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi.

Além do novo centro de controle operacional, o sistema de monitoramento que entrou em funcionamento conta com mais de 150 câmeras, cancelas, catracas, rádios, radares de segurança perimetral, drones, sistemas de captura de imagem, de controle de acesso, de detecção de imagem por OCR e de reconhecimento facial. Há ainda hardwares, softwares e toda a infraestrutura de datacenter necessária para o funcionamento adequado e ininterrupto de um moderno sistema de segurança e controle de acesso de pessoas, veículos e unidades de cargas, que atende perfeitamente às exigências do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code).

Durante a inauguração do CCCSP, o diretor administrativo-financeiro da CDRJ, Helio Szmajser, que também representou o diretor-presidente da companhia, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, disse que essa estrutura e esse sistema de segurança são uma demanda antiga da comunidade portuária. “Com o esforço e a união da Guarda Portuária e da equipe de TI da CDRJ, temos a concretização desse sonho e estão todos de parabéns. Estamos abertos para parcerias com todas as autoridades de segurança”, enfatizou.

Para o superintendente da Guarda Portuária, José Tadeu Diniz da Paixão, esse sistema de monitoramento e esse centro de comando e controle são instrumentos importantes para se integrar com a segurança pública, já que a Guarda Portuária é um dos membros executivos do Sistema Único de Segurança Pública: “Vamos contribuir muito no combate às organizações criminosas que utilizam a infraestrutura portuária para escoar ou receber carregamentos ilícitos. É um grande avanço e teremos mais conquistas pela frente”. Diniz refere-se à segunda fase do projeto que será uma plataforma de cadastro e permissão de acesso, desenvolvida com o Sindicato dos Operadores Portuários do Rio de Janeiro (SINDOPERJ), que vai se integrar com o sistema de agendamento dos terminais do porto e do Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO).

Autoridades de segurança prestigiam inauguração

O superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi, parabenizou a CDRJ pelo trabalho que, segundo ele, será de extrema importância no combate ao crime organizado. “O crime organizado hoje é transnacional, uma das principais portas de entrada e saída da criminalidade no nosso país são os portos e o Porto do Rio realmente está dando um upgrade muito grande com esse monitoramento que está sendo inaugurado. Eu tive a oportunidade de ver o funcionamento do sistema e já estou vislumbrando uma série de atuações de forma cooperada da PF com o porto para combater o tráfico, em especial o tráfico de drogas e o tráfico de armas. Essa tecnologia que está sendo inaugurada é sine qua non e uma melhora sensível na atuação do estado brasileiro no combate ao crime organizado”, explicou Saadi.

Também esteve presente na inauguração do CCCSP o coordenador da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Cesportos/RJ), Alexandre Arantes de Menezes, que elogiou a estrutura: “Em nome da Cesportos, vejo com muita felicidade o incremento à segurança não somente do porto organizado do Rio de Janeiro, mas também do próprio estado, na medida em que é uma grande rede de segurança”.

Se dizendo impressionado com os sistemas, o Chefe do Núcleo de Inteligência da Polícia Rodoviária Federal no Rio de Janeiro, Allan Rebello, “espera o compartilhamento de informações, que será muito útil no combate ao crime organizado.” Também participaram da inauguração os supervisores de segurança dos terminais arrendados do Porto do Rio de Janeiro.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas