Espírito Santo tem etanol com o maior valor na região

De acordo com levantamento de preços de combustíveis realizados pela Ticket Log, com mais de 18 mil postos credenciados em todo o Brasil, o estado do Rio de Janeiro é o que registra a gasolina mais cara da Região Sudeste, com o preço médio do litro a R$ 5,099, um aumento de 4% quando comparado ao mês de agosto. No Espírito Santo, o destaque é para o valor do etanol, o mais caro entre os estados, com média de R$ 3,698 o litro.

“O Rio de Janeiro está sempre entre os estados da Região Sudeste em que a gasolina tem a média de preços mais elevada, historicamente. Em contrapartida, São Paulo apresenta as melhores médias em todos os combustíveis monitorados”, argumenta o diretor-geral de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau (Jurb).

Em São Paulo, a gasolina registou preço médio de R$ 4, 499; o etanol ficou em R$ 2,601 e o GNV foi encontrado pelos motoristas com valor médio de R$ 2,399. É neste estado também onde o diesel (R$ 3,50), e o diesel S-10 (R$ 3,610) têm a menor média.

As capitais

Na cidade de São Paulo, os motoristas encontraram uma média de preços menores para a gasolina (R$ 4,412) e o etanol (R$ 2,628) na Zona Leste da cidade. Na Zona Oeste, onde está o bairro de Pinheiros, por exemplo, as médias para os mesmos combustíveis foram as mais altas da capital paulista, R$ 4,583 e R$ 2,708, respectivamente.

Já na cidade do Rio de Janeiro, a Zona Sul, tem as maiores médias para todos os combustíveis, com preço médio da gasolina a R$ 5,316, valor superior à media do próprio estado. Para os cariocas, os postos de combustíveis localizados na Zona Norte da cidade são os que, em geral, praticam os melhores preços.

Sobre a Ticket Log

Criada a partir da aliança entre Ticket Car e Ecofrotas, a Ticket Log atua no segmento de gestão de despesas corporativas no Brasil, por meio de gestão de abastecimento, manutenção e outras soluções integradas. Acumulando 25 anos de experiência, a Ticket Log se torna a marca mais completa do mercado nacional, entregando soluções em mobilidade para empresas de todos os tamanhos. Atualmente, conta com 27 mil empresas-clientes, administra 1 milhão de veículos em sua base de clientes e possui uma rede de mais de 36 mil comerciantes credenciados. Com o compromisso de transformar a maneira de gerir despesas e pensar a mobilidade de forma mais inteligente, a Ticket Log oferece soluções que atendem integralmente às diversas necessidades de empresas de todos os portes, oportunizando a modernização de seus negócios, a simplificação da rotina de trabalho e a sustentação dos resultados:

• Ticket Car: destinado a empresas com necessidades de pagamento de combustível de forma ágil e fácil.

• Ticket Fleet: destinado a empresas com necessidades especializadas de gestão de frotas.

• Ticket Cargo: destinado a empresas com necessidades de gestão de transporte de carga de longa distância.

A Ticket Log é parte do Grupo Edenred, líder mundial em soluções transacionais para empresas, empregados e comerciantes, que conta com mais de 2,6 milhões de cartões de abastecimento emitidos e cerca de 6 bilhões de litros de combustível administrados por suas soluções. O Grupo também integra as marcas Ticket, Repom, Accentiv’ e a Edenred Soluções Pré-Pagas, pioneiras nos segmentos de benefícios ao trabalhador, frota e soluções de mobilidade e incentivos e recompensas, que, juntas, corresponderam a mais de 2 bilhões de transações realizadas em 2016. Além disso, em 2017, foi ranqueada como uma das 500 Maiores Empresas do Sul, do Grupo Amanhã; Melhores e Maiores do Transporte em Automação e Informática, pela OTM Editora.

Mais sobre a Ticket Log:

www.ticketlog.com.br

www.facebook.com/TicketLog

www.linkedin.com/company-beta/10914356

Informações Ticket Log

RP1 Comunicação

Kelly Queiroz

William Crispim

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

RP1 Comunicação

Tel.: 11 5501-4655 l 5152-4146

www.rp1.com.br

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

  escreva corporativas