É o profissional aquaviário não tripulante que presta Serviços de Praticagem embarcado. Possui grande experiência e conhecimentos técnicos de navegação e de condução e manobra de navios, bem como das particularidades locais, correntes e variações de marés, ventos reinantes e limitações dos pontos de acostagem e os perigos submersos ou não, assessora o Comandante na condução segura do navio em áreas de navegação restrita ou sensíveis para o meio ambiente. O prático é, portanto, o profissional habilitado pela Autoridade Marítima a realizar os Serviços de Praticagem. No Brasil, ele recebe a certificação após concurso público, extenso treinamento dado pelos Práticos já habilitados e criterioso exame para habilitação em zonas de praticagem específicas. O prático assessora o comandante na condução segura do navio, especialmente em áreas restritas, que exigem conhecimento detalhado e atualizado de todas as particularidades locais, tais como correntes e variações de marés, perigos moveis e fixos, ventos reinantes, entre muitos fatores.

Neste artigo é abordada uma visão mais completa das atividades do prático, bem como no vídeo ao final da página, que ilustra na prática, e com perfeição, todas as funções operacionais exercidas pelo profissional.

Uma outra observação referente ao prático e ao serviço de praticagem em si é a de que, se o prático constata que não há segurança suficiente para a manobra, ele poderá cancelar a entrada ou a saída do navio.

Navegue mais pelo Portopédia: Concurso para Praticante de Prático

Fonte: Conapra

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente